E-commerce

Tendências para o e-commerce em 2022

Não tenha dúvida: investir com toda força possível no e-commerce em 2022 deve ser prioridade para o êxito do seu negócio ou empresa.

Para o próximo ano, inúmeras tendências devem movimentar o mercado varejista e as expectativas são bastante promissoras.

Com a pandemia, houve uma mudança nos hábitos de compra e as vendas on-line cresceram significativamente. Apenas em 2020, de acordo com um estudo da consultoria Ebit | Nielsen, o comércio eletrônico ganhou 13 milhões de novos consumidores.

Por conta disso, acompanhar e implantar as principais tendências para o e-commerce em 2022 será um diferencial. Um levantamento da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) revela que 70% dos consumidores brasileiros têm planos de comprar ainda mais pela internet, ou seja, uma mudança de hábito em relação ao que era verificado antes do isolamento social e das mudanças provocadas pelo coronavírus no planeta.

Para se ter uma ideia da boa fase do e-commerce, 72,2% das compras realizadas no Brasil no primeiro trimestre de 2021 foram on-line – totalizando R$ 35,2 milhões. Não por acaso, o país ocupa a 4ª posição entre as nações que adotaram novos hábitos de consumo desde o início da pandemia, de acordo com o estudo “Changes after Covid19, Global”.

Por essas e outras razões, estar por dentro das tendências para o e-commerce em 2022 é mais que necessário. Para quem busca empreender sem ter altos custos iniciais no processo, com certeza essa é uma boa pedida. O bom aquecimento do mercado, de acordo com a consultoria italiana Finaria, sinaliza que as vendas no varejo de e-commerce global devem chegar a US$ 3,4 trilhões em 2025. É hora de investir!

As principais tendências para o e-commerce em 2022

  • Aposte na experiência por voz

Entre as tendências do e-commerce para 2022, destacam-se as compras realizadas por meio dos recursos de voz. Da pesquisa até a aquisição de um produto ou serviço, essa já é uma realidade na jornada do usuário.

Uma pesquisa recente da Juniper Research revela que, ao término do próximo ano, as transações via comércio por voz aumentarão US$ 4,6 bilhões – com a possibilidade de chegar a US$ 19,4 bilhões até 2023.

  • Invista em novas formas de pagamento

Garantir praticidade e comodidade aos clientes está entre as tendências do e-commerce para 2022. Por isso, é fundamental apostar em ferramentas que facilitam o pagamento. QR Codes, carteiras digitais  – como o PicPay, Google Pay e Apple Pay – , WhatsApp Pay e PIX tornaram-se parte da rotina de milhares de pessoas.

  • Inteligência artificial faz a diferença

Não à toa, a inteligência artificial é um dos destaques entre as tendências do e-commerce para 2022. Se aplicada a chatbots, a ferramenta garante agilidade no atendimento, é excelente para tirar dúvidas, apresentar produtos e até mesmo para efetivar vendas. Também tem papel essencial no cross sell. Isso sem falar na possibilidade de implantação de um sistema de busca e de vitrines inteligentes, que levam em conta o comportamento de navegação do usuário.

  • Aprimore suas vendas via redes sociais

Impulsionado também pela pandemia, o social selling – a chamada venda social – segue em alta entre as tendências do e-commerce para 2022. Em outras palavras, invista cada vez na criação de relacionamentos e oportunidades de vendas por meio das redes sociais.

Para se ter uma ideia, Instagram, Twitter, LinkedIn e Facebook já possuem áreas específicas para vendas on-line. Tratam-se de plataformas ricas em possibilidades para a interação entre o público e sua marca para prospectar potenciais clientes e, claro, provocar vendas. Entre as possibilidades de aprimorar seus negócios nas redes sociais, vale a pena apostar no live commerce. Fica a dica!

  • Ofereça a experiência da realidade aumentada

De acordo com um levantamento da SearchNode, 35% dos potenciais clientes comprariam mais on-line diante da possibilidade de experimentar um produto antes. Por isso, entre as tendências do e-commerce para 2022, o investimento em realidade aumentada é recomendado.

A tecnologia, que incorpora elementos dos mundos virtual e físico, estimula a interação e a possibilidade de experiência do consumidor. Um exemplo de aplicação é a chance de provar óculos e até mesmo móveis no ambiente a partir do uso da câmera de um dispositivo móvel.

  • Não duvide da força dos smartphones

Entre as tendências do e-commerce para 2022, não dá para menosprezar os smartphones, ou seja, invista em uma loja virtual mobile first – com boa navegabilidade. De acordo com uma pesquisa da Panorama Mobile Time e Opinion Box, 91% dos brasileiros que possuem smartphone já fizeram compras on-line por meio do dispositivo. Na busca por conversões e para impactar positivamente a experiência do cliente, essa é uma aposta recomendada.  

Esperamos que esse post tenha ajudado você a entender a importância de se preparar para as tendências do  e-commerce em 2022. Para mais artigos e mais estratégias para se destacar com o marketing digital, continue acompanhando o blog da Betminds!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para sua empresa e melhorar suas vendas, fale com a gente!

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Quais métricas são mais importantes para acompanhar no e-commerce?

O e-commerce vive um boom, impulsionado pela pandemia, saiba como usar as métricas para garantir a eficiência.

14/1/2022

Estratégias de retenção para seu e-commerce

Diante das previsões otimistas para o comércio eletrônico no Brasil, pensar em estratégias de retenção para o seu e-commerce tornou-se prioridade.

7/1/2022

Como criar assuntos de e-mail que geram mais aberturas?

Você tem uma taxa de abertura de e-mails ruim mesmo enviando e-mails regulares? O problema podem ser os assuntos de e-mail que você cria.

10/12/2021