Performance

Gateway de pagamento: o que é e como funciona

O gateway de pagamento é um dos pilares da operação de qualquer loja virtual. Saiba mais sobre como essa tecnologia funciona.

Criei uma loja virtual, e agora? O gateway de pagamento é o próximo passo, pois sem ele não há vendas. Pode haver vitrine, imagens com zoom dos produtos e descrições detalhadas, mas o botão “comprar” não vai funcionar.

Acontece que essa ferramenta de transação não é como um plugin de WordPress, que você escolhe, clica e instala. E eu não estou falando no sentido técnico.

Neste artigo, quero te mostrar o que é e como funciona um gateway de pagamento, para que você saiba a importância que ele tem. Essa importância não diz respeito apenas à operabilidade do seu e-commerce, mas também a questões de segurança dos dados sensíveis dos clientes.

Gostou? Então vamos começar.

O que é gateway de pagamento

Gateway de pagamento é o sistema que processa a transação financeira feita em um e-commerce. Ele reúne as informações de pagamento fornecidas pelo cliente e se comunica com as devidas instituições financeiras, de quem recebe o valor para repassar ao vendedor.

Não preciso nem dizer que é o elemento mais importante de qualquer e-commerce, não é? O pagamento sempre será a etapa mais delicada de uma jornada e se algo der errado nela (desde a demora na aprovação até coisas mais sérias, como pagamentos em duplicidade) afastará o cliente irreversivelmente.

Toda loja virtual precisa de um gateway de pagamento, sem exceções. Porque não é ela quem pega os dados sensíveis (como os do cartão de crédito, que o cliente preenche na compra) e solicita o valor respectivo às financeiras. É o gateway de pagamento, com o adendo de que todas essas informações são criptografadas, ou seja, o cliente continua sendo o único agente a tê-las.

Como funciona um gateway de pagamento

Primeiramente, é claro, você precisa instalar um gateway na sua loja virtual. Ainda neste artigo eu explico melhor sobre essa parte, então, por enquanto, compreenda o funcionamento da tecnologia depois de sua implementação.

O gateway de pagamento entrará em vigor quando for necessário preencher as informações bancárias ou de cartão de crédito. O cliente as digitará já no ambiente protegido do gateway, que pode ser incorporado ao site ou em uma página externa.

Em seguida, o gateway prossegue com a transação da seguinte forma:

  1. Confirma os dados transacionais com a bandeira do cartão; ou
  2. Confirma os dados transacionais diretamente com a instituição bancária (em caso de pagamentos via boleto, TED ou Pix).
  3. A e B verificam o saldo disponível e se o trâmite é viável. Então, repassam o dinheiro ao gateway de pagamento, que
  4. finalmente repassa o dinheiro à loja.

Sendo assim, a variedade de pagamentos que a loja disponibiliza depende do gateway contratado.

É a mesma coisa que o Intermediador de Pagamento?

Para o cliente, sim. Mas para o lojista, o intermediador de pagamento apresenta algumas diferenças. A principal delas é a segurança, pois ele recebe os dados da transação (não o dinheiro), procura por fraudes e, por fim, notifica o resultado (aprovação ou recusa) para a loja, que processa o pagamento.

Se, porventura, alguma compra for definida como verídica mas, em seguida, se comprovar fraudulenta, alguns intermediadores cobrem o prejuízo do lojista, numa espécie de “seguro”. É preciso verificar isso durante a contratação.

Alguns exemplos de intermediadores de pagamento são MercadoPago e PagSeguro.

Já o gateway é uma conexão direta com a instituição bancária, sem análise de risco. Sendo assim, é mais fácil uma compra com cartão clonado passar batido pelo gateway do que pelo intermediador.

O futuro dos meios de pagamento

Como a tecnologia está cada vez mais intrínseca na nossa sociedade, a modernização dos meios de pagamento é real. Em um passado não muito distante, usávamos cheques com a maior naturalidade, enquanto as transferências bancárias via TED eram o que tínhamos de mais prático.

Com o 5G chegando a cada vez mais cidades brasileiras, a realidade é que os meios de pagamento via internet estão superando as offline até mesmo em lojas físicas.

Já escrevi um artigo aqui para a Betminds citando algumas tecnologias usadas para pagamentos. Clique aqui se quiser compreendê-las mais profundamente, mas a maioria dos pagamentos digitais são:

  • QR Code: proporcionando segurança e praticidade;
  • Carteira Digital: gerando praticidade e proteção contra fraude;
  • NFC: pagamento por aproximação;
  • Biometria facial: autenticação por selfie;
  • Pix: transferências gratuitas, imediatas, em qualquer horário e com apenas um dado (chamado de chave) do receptor.

Tudo isso se relaciona ao assunto deste artigo quando concluímos que a performance da sua loja virtual passa pela disponibilização desses métodos de pagamentos atuais. Mais do que isso: a escolha do gateway deve considerar a vanguarda do mesmo, pois novos canais sempre estão despontando (como a Web3).

Como escolher um gateway de pagamento para sua loja

Deixei para o final porque existem vários gateways de pagamento disponíveis no mercado. Porém, a escolha depende de vários fatores. A experiência que você quer passar aos clientes é uma delas. O seu nicho e o comportamento da persona e dos concorrentes também pesam.

Mas o resumo da ópera é que o impulsionamento do seu negócio digital depende de variados ajustes, tecnologias e parcerias. O gateway de pagamento é apenas uma delas.

Sendo assim, optar pelo gateway A ou B considerando a questão do pagamento isoladamente pode não trazer o resultado que você espera. Se o que você procura é tornar sua operação mais eficiente para poder escalá-la, a conversa está em outro nível. E nós podemos te ajudar.

Que tal impulsionar o seu negócio com quem é especialista no mercado digital, como a Betminds? Somos uma agência especializada em fazer o seu e-commerce vender mais, de forma escalável. Clique aqui e ganhe um diagnóstico completo para o seu e-commerce!

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022