Performance

Vendas omnichannel crescem 20% no primeiro semestre

A adesão dos e-commerces às vendas omnichannel não param de crescer. Confira como sua loja virtual pode usufruir desta modalidade.

Aqui na Betminds, a gente defende muito o conceito (que, na verdade, já deixou o campo das ideias há muito tempo) de vendas omnichannel. A razão é porque percebemos, com base na nossa experiência e expertise no ramo, que a experiência de compra faz toda a diferença.

No decorrer deste artigo, eu mostrarei alguns dados, mas o que eu quero mesmo é que você entenda as vantagens de trabalhar as vendas omnichannel do seu e-commerce para tracionar o seu negócio. Vamos lá?

O que são vendas omnichannel

Vendas omnichannel são transações realizadas com a integração entre canais online (site, app, chat, etc) e offline (lojas físicas, estantes, exposições, etc). No primeiro semestre de 2022, elas cresceram 20% em relação ao mesmo período de 20211.

Do latim “omni”, que quer dizer inteiro, e do inglês “channel”, a palavra representa uma evolução do conceito de multicanal — que também se trata de múltiplos canais de venda.

A diferença é o fato de que, nas vendas multicanal, nenhum deles estende sua atuação a outro. Mesmo que uma loja virtual também tenha um ponto de venda físico, não é possível, por exemplo, comprar no site e retirar no local.

Portanto, a principal característica das vendas omnichannel é possibilitar uma experiência de compra interligada em todos os canais da marca.

Exemplos de vendas omnichannel

Acabei de citar o caso onde um cliente efetua a compra online e retira o produto na loja física. Inclusive, a marca que trabalha dessa forma pode se valer da tecnologia de biometria facial para que o comprador pegue sua encomenda mais rapidamente e sem filas.

Essa prática, de pegar na loja um produto comprado no site, é conhecida como “Pick-up” e teve um aumento na sua adesão de 90% em relação ao ano passado1.

No entanto, este crescimento não é recente. De acordo com a PWC, em 2012 apenas 20% dos e-commerces investiam em omnichannel. Em 2020, essa fatia já era superior a 80%2.

Esses números até são expressivos, mas não necessariamente podem te fazer considerar a modalidade para sua loja. Então, separei outros exemplos de vendas omnichannel funcionando na prática, para que você visualize alguns canais da sua empresa operando de forma parecida. Confira a seguir.

Comprar no site e trocar na loja

É comum que site e loja física tenham promoções diferentes. Então, se um cliente receber algo que comprou online e precisar trocar, ele pode se dirigir à unidade mais próxima e proceder.

Isso é super válido, pois a pessoa tem a chance de resolver o problema na hora, ao invés de precisar devolver a mercadoria pelos Correios ou em um centro de coleta e distribuição. Além disso, pode acontecer de o produto não a agradar e, ao invés de cancelar a compra, ela vai até a loja e troca por outra coisa.

Comprar pelo site estando na loja física

Pode parecer contra-senso, mas não é. Se a pessoa quer um modelo de tênis específico, por exemplo, e ao chegar na loja ela se deparar com estoque esgotado, há uma segunda chance.

Como os estoques são integrados, o vendedor pode fazer todo o procedimento de compra internamente — através de um sistema apropriado —, receber o pagamento do cliente e direcionar a entrega à residência do comprador.

Nesse caso, é preciso um sistema integrado (ao invés do vendedor acessar o site pelo celular no cliente) para que a loja contabilize o pagamento e o vendedor tenha sua comissão justa. No final das contas, todos ganham: o cliente não precisa ir procurar outra loja, a empresa concretiza uma venda e o vendedor e o estabelecimento se aproximam da meta.

Pagamento online em loja física

O My Starbucks Rewards é um dos melhores exemplos dessa modalidade de venda omnichannel. Trata-se de um programa de fidelidade da empresa pelo qual os clientes ganham algumas recompensas.

Mas o destaque mesmo está no aplicativo do programa, o Starbucks Card, que tem esse nome porque também funciona como uma espécie de cartão virtual. O cliente pode recarregá-lo via site, telefone ou mesmo na loja. Então, ele pode pagar seu consumo utilizando os créditos, sem precisar sequer levar a carteira.

Geolocalização

Outro exemplo real do omnichannel é da rede de fast-food Taco Bell, dos Estados Unidos. Ao comprar pelo aplicativo do restaurante (eliminando filas, o que já é um grande benefício), o pedido não é enviado imediatamente para a cozinha da unidade onde ele apontou.

Somente quando ele está próximo ao local é que seu pedido começa a ser montado. Assim, quando ele chega no restaurante, pode receber sua comida ainda quente.

Vamos realizar vendas omnichannel no seu e-commerce?

Como pôde ver, as vantagens da omnicanalidade estão em melhorar a experiência do cliente, fazendo com que ele se agrade ao passar pelo processo de compras. E um cliente satisfeito é um ativo muito valioso.

Precisa de ajuda para tornar seu e-commerce omnichannel? Clique aqui para ver como a Betminds pode ajudar a escalar o seu negócio!

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Referências (Links Externos)

1 (2022). Vendas omnichannel saltam 20% no primeiro semestre, aponta Linx. [online] E-Commerce Brasil. Disponível em: https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/vendas-omnichannel-saltam-20-no-primeiro-semestre-aponta-linx/ [Acesso em 12 Ago. 2022].

2 (2022). Entenda o que é omnichannel e porque o conceito se tornou tão utilizado pelas empresas. [online] Digital House. Disponível em: https://www.digitalhouse.com/br/blog/o-que-e-omnichannel/ [Acesso em 12 Ago. 2022].

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022