Mídia Paga

Vantagens do CRO para e-commerce

Saiba mais sobre CRO para e-commerce, suas vantagens e como aplicá-lo.

Navegue pelo texto

Se você estava buscando um conteúdo para entender melhor sobre CRO para e-commerce, chegou ao lugar certo. A seguir, você saberá qual a taxa de conversão média para o comércio online e algumas dicas de como executar o CRO no seu negócio.

Vamos lá?

O que é CRO para e-commerce?

CRO é a sigla de Conversion Rate Optimization, que quer dizer “Otimização da Taxa de Conversão”. Portanto, CRO para e-commerce é o conjunto de estratégias fundamentais às quais os gestores de lojas virtuais não podem perder de vista.

O que é Taxa de Conversão de Vendas e como calcular?

Se “taxa de conversão” é a proporção de pessoas que realizaram uma ação desejada, a Taxa de Conversão de Vendas é o percentual de pessoas que compraram algo, numa comparação direta com a quantidade de visitantes que tiveram contato com um fechamento (que, no caso do e-commerce, é o botão “comprar”).

É a esta Taxa que o Rate do CRO para e-commerce se refere. Então, ratificando: o CRO busca otimizar a Taxa de Conversão de Vendas da loja virtual.

Calcular a Taxa de Conversão de Vendas é muito simples. Basta dividir o número de compradores pelo de visitantes e, em seguida, multiplicar o resultado por cem. Ou seja:

Taxa de Conversão = (n.º de compradores ÷ n.º de visitantes) x 100

Então, se em determinado período uma loja teve 50.000 visitas e 2.800 compras, temos:

Taxa de Conversão = (1.200 ÷ 50.000) x 100

Taxa de Conversão = 2,4%

Ok, mas isso é bom ou ruim? Veja a seguir a taxa de conversão média para e-commerces.

Qual é a Taxa de Conversão média para e-commerce?

Segundo o Experian Hitwise, a taxa de conversão média dos e-commerces brasileiros é de 1,65%1. Teoricamente, a taxa que usei de exemplo acima, então, está ótima, certo?

Depende. 1,65% é uma média entre todos os e-commerces, porém alguns nichos apresentam taxas diferentes mesmo. Para comprar um artigo eletrônico, por exemplo, o comprador costuma analisar e pensar mais (gerando novas visitas à página) do que para comprar alimentos e bebidas.

Veja abaixo a taxa de conversão média segundo uma pesquisa da NeoAtlas, divulgada pela Escola de E-commerce2:

  • Alimentos e bebidas: 0,8% e 4,5%;
  • Acessórios automotivos: 0,5% e 1,3%;
  • Bebês e criança: 0,9% e 1,5%;
  • Beleza: 0,5% e 1%;
  • Calçados e acessórios: 0,9% e 1,6%;
  • Eletroeletrônicos: 1,4% e 2,2%;
  • Games: 0,8% e 1,4%.

Ou seja: se sua loja é do nicho de beleza e possui Taxa de Conversão de 2,4%, ela está acima da média. Se o e-commerce for do ramo de alimentos e bebidas, 2,4% é um número aceitável, mas que cabe melhorias.

Como fazer CRO para e-commerce

Separei algumas dicas para te ajudar a aplicar um CRO para e-commerce. Confira.

Faça testes A/B

Sempre utilize testes A/B quando for cabível. Este recurso é a forma mais eficiente para saber qual CTA funciona melhor, qual layout de página de produto levam mais visitantes ao checkout, etc.

Na verdade, quase tudo no marketing pode ter duas versões testadas. Um simples ajuste de cor do botão, no tamanho de uma fonte e na espessura da faixa promocional do topo — para dar alguns exemplos — influenciam diretamente no desempenho.

Veja a usabilidade do site

O excesso de informações na tela podem, facilmente, confundir o usuário. Então, se o seu objetivo com a página é que o cliente clique no botão “comprar”, torne essa tarefa fácil reduzindo as opções para clicar.

É a mesma premissa do “Paradoxo da Escolha”, de Barry Schwartz3, e representa muito bem a essência do livro “Don’t Make Me Think”, de Steve Krug. Resumidamente, tudo deve ser óbvio e autoexplicativo (e sempre deve haver um botão de retornar à Home visível, como um recado de que o cliente pode voltar e recomeçar a qualquer instante).

Implemente o Checkout Transparente

Com o checkout transparente, o usuário faz a compra com apenas um clique e não é redirecionado para nenhuma outra página. Assim, o processo fica o mais amigável e intuitivo possível, além de aproveitar o momento em que a decisão da compra ainda está latente no cliente.

Utilize a pesquisa inteligente no seu e-commerce

Se a busca interna no e-commerce já é indispensável, a pesquisa inteligente é ainda melhor. Se você usa a VTEX, pode instalar o VTEX Intelligent Search, que utiliza inteligência artificial e machine learning para apresentar os resultados que os clientes esperam.

Não se esqueça, também, de deixar a ferramenta de busca bem visível no seu site, pois segundo o site CXL com informações do Econsultancy4, pelo menos 30% dos visitantes de uma loja virtual utilizam a pesquisa para encontrar os produtos desejados.

Não se esqueça do Voice Commerce

Como eu já disse aqui no blog da Betminds, “o voice commerce é um método de vendas que permite o usuário comprar um produto utilizando os assistentes virtuais, como Siri, Alexa e Google Assistente”.

Esses assistentes utilizam dados de pagamentos anteriores daquele usuário no seu e-commerce, ou seja, ele não precisa recitar os números do cartão. Como se trata de alguém que já comprou no seu site, o voice commerce se configura como mais um fator que faz a pessoa comprar novamente, aumentando o LTV.

Por que fazer CRO para e-commerce?

A maior vantagem do CRO para e-commerce é o aumento do ROI, pois com o aumento da conversão, diminui-se o CPA das suas campanhas de performance.

Outro ponto importante a ressaltar aqui é que o CRO é um trabalho constante, que envolve monitoramento de métricas e ajustes. Fazê-lo apenas uma vez só trará resultados momentâneos, pois o mercado digital e o comportamento do consumidor podem mudar a qualquer instante, exigindo novos ajustes.

Precisa de ajuda para alavancar as vendas do seu e-commerce? Fale com um dos nossos especialistas!

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no Linkedin, Instagram e TikTok.

Referências

1 (2022). Taxa de conversão: entenda como transformar usuários em clientes. [online] Sebrae. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/taxa-de-conversao-o-grande-desafio-do-e-commerce,0eec538981227410VgnVCM2000003c74010aRCRD [Acesso em 12 Dez. 2022].

2 Guimarães, V. (2022). Qual é a taxa de conversão de acordo com o segmento do e-commerce?. [online] Escola de E-commerce. Disponível em: https://www.escoladeecommerce.com/artigos/taxa-de-conversao-segmento-do-e-commerce/ [Acesso em 13 Dez. 2022].

3 Barry Schwartz: O paradoxo da escolha | TED Talk

4 Walker, T. (2019). Internal Site Search Optimization: Best Practices for Your Site. [online] CXL. Disponível em: https://cxl.com/blog/convert-visitors-improving-internal-site-search/ [Acesso em 13 Dez. 2022].

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Estratégias de recuperação de carrinho abandonado

Veja algumas estratégias de recuperação de carrinho abandonado para aplicar em sua loja virtual.

27/1/2023

Vale a pena investir em redes sociais para alavancar o e-commerce?

Pra discutir sobre o assunto falamos com Franciele Krasnhak, diretora de operação do Grupo Narcel, empresa referência no setor de gastronomia

25/1/2023

A importância do rastreio de encomendas no e-commerce

Realizar o rastreio de encomendas no e-commerce é um dos fatores de sucesso nesse tipo de negócio. Entenda melhor neste conteúdo.

25/1/2023