Dados do mercado

E-commerce: vendas globais devem aumentar em 15% com as festas de fim de ano

A expectativa é que o e-commerce aumente as vendas de fim de ano em até 15%.

Navegue pelo texto

Depois de um semestre inteiro trabalhando para aumentar as vendas na Black Friday, o comércio eletrônico agora se volta para as vendas de dezembro. E de acordo com o E-commerce Brasil1 — que traz dados de um relatório da ACI Worldwide —, o e-commerce aumenta vendas nas festas de fim de ano em 15% em 2022.

De acordo com a matéria, o relatório apresenta vários insights, como os principais setores esperados para a época. Mas, além de observar os números desta pesquisa, eu fui um pouco além e trouxe outros dados, dessa vez da IBM, para acrescentar a expectativa para as vendas no final do ano especificamente no ramo de viagens.

Neste artigo, então, você terá um pouco do que estamos vislumbrando para o final de 2022. Isso vai te ajudar a já começar os preparativos para que sua loja tenha um bom desempenho. Vamos lá?

Jogos eletrônicos lideram vendas no final do ano

O último trimestre dos anos sempre é bem movimentado no ramo dos jogos eletrônicos, pois é quando o mercado recebe lançamentos de peso. Isso vale tanto para os jogos em si quanto para os próprios consoles.

Os PlayStations 3, 4 e 5, por exemplo — assim como os Xboxes Original, 360, One e Series — foram lançados em novembro, enquanto o primeiro PlayStation chegou às lojas em dezembro (a única exceção é o PlayStation 2, que foi lançado em março).

Para completar, em todas as primeiras quinzenas de dezembro acontece o The Game Awards, premiação dos melhores lançamentos do ano em diversas categorias.

Tudo isso justifica os games como líderes de vendas entre todos os setores, segundo o ACI Worldwide1. O marketshare é de 34%.

O segundo lugar fica com o ramo de viagens/passagens aéreas, com 29% de marketshare.

Mercado de viagens e passagens aéreas no final do ano: COVID não é mais a principal preocupação

No final do ano passado, as políticas restritivas ainda influenciavam bastante o mercado de viagens. Sem contar que a própria população tinha certo receio de viajar, mesmo com cada vez mais pessoas com acesso à vacina.

Hoje, um ano depois, a COVID deixou de ser a principal preocupação de quem gosta de viajar. Em agosto deste ano, o Institute for Business Value, da IBM, ouviu 12 mil adultos de nove países (Alemanha, Brasil, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Índia, México e Reino Unido) “para entender melhor as perspectivas individuais, assim como seus planos de compras e viagens nesta temporada de férias”2. Segundo eles, “os temores econômicos superam as preocupações com a COVID”.

59% dos entrevistados disseram que, neste final de ano, estão simplesmente menos preocupados com a doença. Então, quando solicitados a apontar qual os preocupa mais entre a COVID e os problemas econômicos, ⅔ escolheram a segunda opção.

Porém, isso não deve acender nenhum sinal de alerta em empresas do ramo de viagens e hotelaria, já que — conforme eu disse no tópico anterior — o marketshare esperado para o ramo nestas férias é de 29%.

Além disso, o relatório da IBM diz que “os orçamentos de viagens de férias aumentaram 49%” em relação a 2021.

Formas de pagamento para vendas de fim de ano

Voltando à matéria do E-commerce Brasil sobre um relatório da ACI Worldwide, algumas formas de pagamento das lojas virtuais tiveram um acréscimo na expectativa de adesão por parte dos consumidores.

Os pagamentos móveis, que crescerão 5% em relação ao desempenho em 2021. Destaque para as carteiras digitais, das quais espera-se um crescimento de 11%.

Espera-se que o Buy Now Pay Later (conceito que aqui no Brasil é praticado pelos crediários e boletos parcelados) receba 10% mais compras do que no ano passado.

Por fim, o relatório ressalta o crescimento de 9% do “compre online e retire na loja”, que é uma estratégia de vendas omnichannel.

As compras de final de ano já começaram

Ainda segundo a IBV, 61% dos consumidores planejavam começar as compras de final de ano a partir de setembro! Enquanto isso, outros 17% disseram que começariam as adesões em outubro2.

E o Google trouxe a informação de que aqui no Brasil não é diferente: também 61% dos compradores tupiniquins “afirmaram que começaram as compras de fim de ano com antecedência”3.

A razão por trás disso está relacionada à prevenção a possíveis interrupções nas cadeias de suprimentos, que pode levar mesmo as grandes varejistas a não darem conta da demanda.

E essa preocupação não é vã, até porque a escassez de chips só vai abrandar em 20234 e a imprevisibilidade da guerra entre Rússia e Ucrânia deixam uma incógnita nos preços das commodities de muitos setores da economia.

Seja como for, o e-commerce aumenta suas vendas nas festas de fim de ano, então sua loja deve estar preparada para mais uma temporada de fortes vendas. Se precisar de ajuda para ajustar o seu e-commerce a fim de aproveitar a temporada, conheça as soluções da Betminds.

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no Linkedin, Instagram e TikTok.

Referências (Links Externos)

1 Gonçalves, G. (2022). Vendas do e-commerce global devem aumentar 15% com as festas de fim de ano. [online] E-commerce Brasil. Disponível em: https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/vendas-do-e-commerce-global-devem-aumentar-15-com-as-festas-de-fim-de-ano [Acesso em 29 Nov. 2022].

2 (2022). The 2022 holiday shopping and travel report. [online] IBM. Disponível em: https://www.ibm.com/thought-leadership/institute-business-value/report/2022-holiday-shopping-travel [Acesso em 29 Nov. 2022].

3 Thygesen, A. (2022). Prepare sua empresa para a temporada de compras. [online] Think with Google. Disponível em: https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/tendencias-de-consumo/jornada-do-consumidor/guia-commerce-compras-fim-do-ano/. [Acesso em 29 Nov. 2022].

4 (2022). Escassez de chips persiste, mas situação começa a melhorar. [online] Próximo Nivel. Disponível em: https://proximonivel.embratel.com.br/escassez-de-chips-persiste-mas-situacao-comeca-a-melhorar/. [Acesso em 29 Nov. 2022].

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Estratégias de recuperação de carrinho abandonado

Veja algumas estratégias de recuperação de carrinho abandonado para aplicar em sua loja virtual.

27/1/2023

Vale a pena investir em redes sociais para alavancar o e-commerce?

Pra discutir sobre o assunto falamos com Franciele Krasnhak, diretora de operação do Grupo Narcel, empresa referência no setor de gastronomia

25/1/2023

A importância do rastreio de encomendas no e-commerce

Realizar o rastreio de encomendas no e-commerce é um dos fatores de sucesso nesse tipo de negócio. Entenda melhor neste conteúdo.

25/1/2023