Dados do mercado

E-commerce cresce 20% no dia dos pais e movimenta R$163 milhões

Seguindo a tendência natural de crescimento nas vendas online, especificamente em datas comemorativas, e-commerce cresce 20% no dia dos pais.

Os números referentes ao crescimento das modalidades online de vendas se refletiram na janela sazonal da primeira quinzena de agosto. O e-commerce em geral cresceu 20% no dia dos pais e movimentou R$163 milhões. Além disso, todos os seus canais apresentaram melhor performance em relação a 2021.

Veja, então, neste artigo, os principais números do comércio online nesta data especial.

E-commerce

Começando por uma métrica maior, a conversão de compras — ou seja, pedidos realizados diretamente nos canais (marketplaces, sites ou showrooming) foi de 1,76%. No ano passado, essa porcentagem foi de 1,55%.

A receita das vendas via site cresceu 17% e chegou a R$104 milhões. O número de pedidos feitos em sites também fechou em alta, de 5%, totalizando R$531 mil. O ticket médio não teve uma alteração tão diferente em relação ao ano passado, mas foi positiva: R$246 contra R$239 de 2021.

Os segmentos de Moda, Acessórios e Saúde e Beleza foram os mais movimentados, com destaque para o segundo, que recebeu 54% a mais de compras em comparação com 2021.

Marketplace

Enquanto isso — afunilando um pouco as informações da pesquisa — vemos que os pedidos omnichannel em marketplaces cresceu 58% (68 mil pedidos, enquanto que no ano passado o número de pedidos foi de 43 mil). Além disso, a receita total avançou incríveis 93% de crescimento (de R$3,3 milhões em 2021 para R$6,4 milhões este ano).

Portanto, a modalidade se prova cada vez mais como uma das que, realmente, valem o investimento. Por concentrar diversos lojistas em um mesmo site, o marketplace permite grande visibilidade que, dificilmente, uma loja virtual nova teria. Tal crescimento, então, é visto com bons olhos porque demonstra que o público geral está cada vez mais habituado ao marketplace.

Showrooming

Showrooming é um termo ao qual nem todos estão habituados. Em outra oportunidade podemos explicar melhor sobre ele, mas, resumidamente, trata-se da tendência do consumidor ir até uma loja física para ver um produto em mãos, mas comprá-lo online.

Isso demonstra que, apesar dos números do e-commerce crescerem ano após ano, em alguns casos o consumidor sente a necessidade de uma experiência mais sensitiva.

Empresas que perceberem essa tendência em suas lojas físicas não devem se desesperar, mas olhar o fenômeno como forte sinal da oportunidade de implementar o omnichannel.

Por que não criar uma estrutura de vendas no qual o vendedor, além de demonstrar o produto ao cliente, o auxilia a realizar a compra ali mesmo? Ou então — a depender do perfil do seu cliente — talvez seja válido instalar totens onde ele possa interagir e fazer a compra pelo e-commerce da loja.

Enfim, esta é apenas uma solução que sugeri genericamente. É necessário avaliar o impacto disso e tomar decisões com base em dados. O fato é que este canal é para evitar que o cliente saia da loja sem comprar, sendo que fará isso quando chegar em casa (ou pelo próprio celular, assim que sair da loja). Muita coisa pode acontecer nesse ínterim, como, por exemplo, ele ser alcançado pelo remarketing da concorrência oferecendo um desconto ou algum benefício.

Desempenho do showrooming no Dia dos Pais 2022

O estudo da Nuvemshop não detalhou o desempenho do showrooming no dia dos pais deste ano, até porque é difícil rastreá-lo, uma vez que não é possível obter tão facilmente a informação de que aquele cliente de e-commerce passou em uma loja física antes.

Então, podemos apenas ratificar o desempenho da categoria geral ao qual o showrooming está inserido: a conversão de compras a partir de visita em canais, que foi de 1,55% em 2021 para 1,76% este ano.

O que “fazer” com esses dados?

Números atrás de números, como sempre mostramos por aqui após períodos sazonais. Mas o que você deve aprender com eles?

Faça um retrospecto e confirme que, conforme o tempo passa, mais o e-commerce se torna habitual entre os consumidores. A realidade é que as experiências omnichannel já estão funcionando como diferencial a favor das lojas que o praticam, sendo que, num futuro não distante, ele se tornará o padrão da indústria.

Sendo assim, olhe para esses dados e confirme que o e-commerce é um caminho inevitável para o varejo. E, conforme esse futuro vai sendo traçado, mais se faz necessário o investimento em modalidades, ferramentas e estratégias que destaquem uma empresa de sua concorrência online.

A necessidade das lojas virtuais será a de manter ou conquistar seu espaço no varejo online frente ao aumento da concorrência. Isso precisa ser feito com base em um planejamento estratégico específico para cada negócio.

Cada campanha, como a do dia dos pais, passa por essa necessidade de planejamento. O próximo grande evento de compras é a Black Friday — excelente oportunidade para criar e pôr em prática uma estratégia de vendas.

Se você precisa de ajuda para criar uma estratégia para a Black Friday, clique aqui e peça o nosso diagnóstico.

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Referências (Links Externos)

1 Dados de levantamento realizado pela Nuvemshop, que analisou os desempenhos da semana do dia dos pais e, também, as duas anteriores nos anos de 2021 e 2022. Com informações do portal iG.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022