Dados do mercado

E-commerce 2023: 61% dos brasileiros compram mais pela internet do que na Loja Física

Pesquisa mostra que, para o e-commerce, 2023 será um terreno promissor.

Navegue pelo texto

2022 ainda não acabou, mas já podemos dizer oficialmente que o Brasil foi o país que mais cresceu nas vendas online em toda a América Latina1. Foram US$8,1 bilhões a mais em relação ao ano passado, o que ratifica a força do e-commerce. 2023, portanto, possui bastante expectativa em seu entorno, e é sobre isso que eu quero falar neste artigo.

Recentemente o Octadesk realizou a pesquisa E-commerce Trends 20232, em parceria com a Opinion Box. O intuito do material é apontar as “perspectivas sobre o futuro das vendas online a partir do comportamento do consumidor” e como ele foi feito a partir de dados, podemos extrair bons insights para o ano que vem.

Foram entrevistados 2.064 consumidores online acima de 16 anos entre outubro e novembro. Destaque para o fato de que 61% dos entrevistados disseram que compram mais pela internet do que em lojas físicas, sendo que 42% deles pontuaram que compram mais de uma vez por mês.

Por que as pessoas estão comprando mais online?

O maior responsável pelo crescimento das vendas online é o preço. Foi o que 73% dos entrevistados apontaram. Faz todo sentido, quanto a isso não há nem o que discutir.

Porém, o segundo fator decisivo é a praticidade, que ficou com 72% da escolha. Aqui, podemos entender que preço é importante, mas se a experiência de compra for muito problemática, o poder da oferta diminui.

Essa praticidade se aplica tanto à realização da compra quanto ao recebimento do produto. Sendo assim, a “compra com um clique” e o “clique e retire” são ferramentas que otimizam esses dois pontos, respectivamente.

O que influencia na escolha da loja?

Quando duas ou mais lojas oferecem um produto pelo mesmo preço e com a praticidade relativamente semelhante, o que influencia na escolha é o frete grátis, segundo 79% dos entrevistados. Não à toa, os cupons online cresceram 188% em 2022 (muitos deles oferecendo descontos ou gratuidade de frente).

No entanto, não adianta oferecer frete grátis em troca de um prazo muito extenso. Tanto é que 55% das pessoas disseram que o prazo de entrega influencia na escolha da loja.

Mas o segundo lugar entre os fatores que influenciam na escolha na loja estão as promoções (com 70% da preferência dos entrevistados), casando perfeitamente com o que foi dito anteriormente.

Até agora, portanto, podemos dizer que a oferta atrativa é o que faz as pessoas comprarem online, sendo que essa oferta é composta por um bom preço, entrega rápida e experiência de compra positiva.

Canais de atendimento preferidos

O atendimento é muito importante para o e-commerce, pois quanto mais rápidas (e efetivas) forem as respostas dadas aos clientes, maiores as chances de eles comprarem e fidelizarem — acredite, uma experiência positiva no atendimento ajuda muito o cliente a escolher a sua loja numa futura compra.

Segundo a pesquisa, o chat online é o canal de atendimento preferido pelos clientes, com 39% de adesão. Em seguida vem o WhatsApp, com 28%, com as redes sociais fechando o top 3 com 12%.

A importância do mobile commerce

73% dos clientes compram online pelo smartphone, o que reforça a importância (que sempre evidenciamos aqui na Betminds) do mobile first.

Quando o site da sua loja é construído, primeiramente, para versões móveis, você garante a responsividade das páginas. Considerando esse dado acima, não há dúvidas de que essa é uma excelente atitude.

Porém, mobile commerce vai além disso. Ele também engloba, dentre outras coisas, o geofencing, que faz uma abordagem personalizada quando o cliente está a certa distância da loja física, oferecendo um incentivo (como um cupom) para ele comparecer e comprar algo.

Apesar de o exemplo acima não ter relação direta com lojas virtuais, mobile commerce está debaixo do guarda-chuvas do e-commerce — e é uma excelente ferramenta para empresas que têm lojas virtuais e físicas.

E-commerce 2023: você está preparado?

Independentemente de como foram os resultados deste ano em seu e-commerce, 2023 já está batendo à porta (e time que está ganhando se mexe sim, para continuar ganhando).

Desde 2020, com a pandemia, a adesão às compras online aumentou, como era de se esperar. Hoje, já vemos uma redução do boom (totalmente esperado devido à reabertura do comércio), mas com a população tendo uma visão positiva a respeito do e-commerce.

Isso pode ser visto não somente nessa pesquisa que eu trouxe hoje, mas em qualquer outra que aborde a questão do e-commerce. 2023, portanto, será um ano promissor se você souber como melhorar a performance da sua loja virtual.

A Betminds é uma agência de performance especializada em e-commerces. 2023 pode ser um ano diferente para sua loja virtual, então eu te convido a fazer um diagnóstico gratuito do seu e-commerce a fim de continuar investindo nas estratégias promissoras e que já estão performando, enquanto descobre quais pontos precisam de melhorias.

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no Linkedin, Instagram e TikTok.

Referências

1 Gonçalves, G. (2022). Em 2022, e-commerce brasileiro tem o maior crescimento da América Latina, mostra estudo. [online] E-commerce Brasil. Disponível em: https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/e-commerce-brasileiro-tem-o-maior-crescimento-da-america-latina [Acesso em 15 Dez. 2022].

2Tendências do E-commerce 2023: Perspectivas sobre o futuro das vendas online a partir do comportamento do consumidor (commercetrends.com.br) [Acesso em 15 Dez. 2022].

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Estratégias de recuperação de carrinho abandonado

Veja algumas estratégias de recuperação de carrinho abandonado para aplicar em sua loja virtual.

27/1/2023

Vale a pena investir em redes sociais para alavancar o e-commerce?

Pra discutir sobre o assunto falamos com Franciele Krasnhak, diretora de operação do Grupo Narcel, empresa referência no setor de gastronomia

25/1/2023

A importância do rastreio de encomendas no e-commerce

Realizar o rastreio de encomendas no e-commerce é um dos fatores de sucesso nesse tipo de negócio. Entenda melhor neste conteúdo.

25/1/2023