E-commerce

Curva de produtos ABC no e-commerce: potencialize seu negócio

A curva de produtos ABC para e-commerce é vital para o aprimoramento da tomada de decisão e gestão de estoque. Entenda mais sobre.

Navegue pelo texto

Compreender o que é a curva de produtos ABC no e-commerce é essencial para que uma empresa consiga tomar decisões assertivas. Ou seja, aquelas que a fazem ter retornos financeiros satisfatórios, que a fazem ir para frente e para cima, e não o contrário.

Imagine que um e-commerce tem em seu estoque uma grande quantidade de determinado produto. Algum problema nisso? Depende. Se esse produto não gera faturamento alto, por exemplo, ou não vende tanto, isso é sim um problema. E dos grandes!

Por isso, como você vai entender ao longo deste conteúdo, compreender e aplicar a curva de produtos ABC no e-commerce é indispensável para o sucesso de um negócio. Acompanhe!

O que é a curva ABC?

A curva ABC diz respeito a um método por meio do qual uma empresa consegue organizar, por ordem de importância, os seus produtos. Em outras palavras, ela usa a curva ABC para categorizar esses itens em uma ordem de prioridades: quais têm maior valor, ou seja, geram maior receita, e quais não.

Essa "escala" de importância, de prioridade, baseia-se em três categorias: curva A, curva B e curva C (é daí que surge o nome para a metodologia: curva ABC).

Explicando melhor, a curva A representa todos os produtos que têm maior valor, que geram maior receita. Nessa categoria, 20% dos produtos em estoque representam 80% do faturamento de um negócio.

Por outro lado, na curva B estão os produtos que têm importância média, ou seja, aqueles que representam 15% do total de vendas. Normalmente, 30% dos produtos estocados de uma empresa estão categorizados na curva B.

Tem-se, ainda, a curva C, que corresponde aos produtos com menor importância e que, diferentemente das anteriores, só representa 5% do faturamento.

Se você montar uma imagem mental para as informações que acabei de destacar, verá que elas formam uma curva crescente que vai de 20% de produtos estocados (curva A), 30% (curva B) e, por último, 50% (curva C). Essa visão, por si só, revela um pouco sobre a importância da aplicação da curva de produtos ABC no e-commerce.

Quais são os benefícios da utilização da curva ABC?

A vantagem de se aplicar essa metodologia é, basicamente, melhorar a tomada de decisão. Isso porque, uma vez sabendo quais produtos são mais importantes e quais não, uma empresa consegue analisá-los com eficácia e adquiri-los/fabricá-los de forma estratégica.

Como você deve ter percebido, quando se fala em curva de produtos ABC para e-commerce, refere-se a uma ferramenta capaz de auxiliar um negócio na gestão do estoque, em mantê-lo controlado. Esse controle se dá a partir de um ranqueamento dos produtos mais importantes, localizados na curva A, até os menos importantes, localizados na curva C.

Dessa forma, se a empresa utiliza a curva ABC, consegue aprimorar a sua tomada de decisão. Por tomada de decisão, quero dizer que se entende quais produtos geram faturamento alto, quais geram faturamento médio e quais geram faturamento baixo e, com base nisso, gerencia-se melhor o estoque de cada um deles.

Nesse sentido, tudo o que uma empresa precisa fazer é priorizar a venda dos produtos que geram maiores retornos (nada de deixar que estes faltem no estoque) e não priorizar tanto assim aqueles que não geram tanta receita (lotar o estoque com eles é um erro grave!).

Como utilizar a curva ABC para gestão de estoque no e-commerce

A utilização da curva de produtos ABC no e-commerce é crucial para que ele alcance resultados satisfatórios. O primeiro passo para isso envolve o uso de um sistema ERP por dois motivos simples: ele ajuda a empresa a ter um maior controle financeiro (maravilha!) e também gera automaticamente a curva ABC.

Aliás, em uma pesquisa feita pelo Portal ERP1, 51,92% das empresas entrevistadas afirmaram estar satisfeitas com o ERP. No que diz respeito à curva ABC, por exemplo, essa ferramenta de gestão permite que você facilmente visualize quais produtos geram mais receitas e quais não.

Com essas informações, fica fácil fazer a gestão de estoque. Assim, a empresa evita que produtos que vendem muito e que geram grande receita fiquem em falta no estoque, ao mesmo que evita que os produtos que não vendem muito e não geram receita alta sejam estocados além da conta.

Além de se usar o ERP, também pode-se usar planilhas para descobrir a curva de produtos ABC no e-commerce. Aqui, você listará todos os produtos, inserindo as informações necessárias, e depois irá comparar os valores de cada produto com a receita total. A partir disso, é possível descobrir as porcentagens de cada produto e em qual curva eles estão. Claro, por ser um trabalho manual, demanda mais tempo, mas funciona.

Gostou do conteúdo? Agora que conhece a curva de produtos ABC no e-commerce, aplique essa metodologia para aumentar o seu faturamento e evitar problemas na gestão de estoque.

Busque saber exatamente quais produtos da sua loja virtual são responsáveis pelo maior faturamento, quais trazem faturamento médio e quais geram menor faturamento. Essa compreensão, assim como descobrir a importância da logística para o e-commerce, fará o seu negócio dar passos decisivos rumo ao sucesso.

Quer melhorar a rentabilidade do seu e-commerce através da tecnologia? Que tal falar com um de nossos especialistas?

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Referências (Links Externos)

1 (2020). Portal divulga resultados: Pesquisa 2019/2020 sobre o mercado de ERP no Brasil. [online] Portal ERP. Disponível em: https://portalerp.com/portal-erp-divulga-resultados-pesquisa-20192020-sobre-o-mercado-de-erp-no-brasil [Acesso em 10 Fev. 2022].

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Temu: Um Novo Gigante no Comércio Eletrônico

A Temu, pertencente à PDD Holdings, empresa-mãe da Pinduoduo, expandiu rapidamente sua presença, sendo frequentemente comparada com gigantes do e-commerce como Shein, Amazon e Shopee.

28/5/2024

Arezzo&Co anuncia mudança de nome para Azzas 2154 após fusão com Grupo Soma

O novo nome, Azzas 2154, faz referência ao ano 2154, utilizado pelo CEO Alexandre Birman como um lema de visão estratégica e futuro para a companhia, com o slogan ”Arezzo rumo a 2154”.

28/5/2024

VTEX Personal Shopper: O que é e como funciona

Com o aumento da demanda por personalização e atendimento exclusivo, o VTEX Personal Shopper surge como uma inovação essencial para empresas que buscam melhorar o atendimento, aumentar a conversão e reduzir custos operacionais.

24/5/2024