Performance

Quais são as métricas importantes para monitorar o seu blog?

O papel das redes sociais mudou ao longo dos anos e, hoje, trata-se de um importante canal para decisão de compra dos usuários.

Diferentemente de outros canais, as mídias sociais consomem boa parte do nosso tempo. Um levantamento recente aponta que o brasileiro passa, em média, 3 horas por dia conectado - mais que a média mundial, que é de 2 horas e 25 minutos.

Além disso, as redes sociais ganham cada vez mais força como ferramentas de pesquisa. Não à toa, o YouTube se tornou o segundo mecanismo de buscas mais utilizado do mundo, atrás somente do Google.

Toda essa mudança de comportamento mexe completamente com a forma como as pessoas consomem. Hoje, mesmo que as pessoas descubram uma marca ou um produto em outro canal, as redes sociais são o pilar da jornada de compra de muitos usuários. É o lugar onde eles podem conhecer melhor a empresa, ver a opinião de outros consumidores e interagir com a marca.

Mas, afinal, quem usa as redes sociais para comprar?

De acordo com a Global Web Index, 3 em cada 10 usuários das redes sociais as utilizam como principal meio para pesquisar produtos. No entanto, o levantamento aponta que isso vai depender muito da idade e da região em que vivem esses usuários.

Importante notar que mais de dois terços (67%) das pessoas que usam as redes sociais para conhecer novos produtos e marcas são jovens: 42% são millennials (pessoas entre 24 e 37 anos de idade) e 25% são da Geração Z (entre 16 e 23). E isso não é surpresa, uma vez que essas pessoas são as que usam as redes sociais de forma mais intensa.

Esses dados mostram como as empresas devem estar atentas às oportunidades relacionadas a esse público mais jovem, sobretudo de mercados emergentes. Estudos mostram que a América Latina é onde mais se utiliza redes sociais no mundo. A média diária é de 212 minutos, ou seja, acima da média mundial e brasileira.

O que as pessoas buscam nos anúncios nas redes sociais

Ainda segundo a Global Web Index, 28% dos internautas afirmam que os anúncios nas redes sociais ajudam a encontrar novos produtos ou marcas. E, de fato, as mídias sociais têm um impacto maior nesse sentido do que anúncios que aparecem em outros sites, por exemplo.

Outro dado importante indica que praticamente 1 em cada 4 usuários (24%) já clicaram em anúncios ou posts patrocinados nas redes sociais nos últimos dias. E aqui entra um fator importante: como devem ser esses anúncios. O levantamento nos mostra que os anúncios nas redes sociais são mais bem vistos pelos usuários do que outros tipos de publicidade online.

No entanto, aqui novamente entram diferenças por idade que devem ser observadas. Enquanto os consumidores mais jovens querem que os anúncios nas redes sociais sejam mais personalizados e interessantes, pessoas mais velhas tendem a preferir publicidades de caráter mais informativo ou que ofereçam descontos.

Como tornar os anúncios nas redes sociais mais eficazes?

É importante ter em mente que os anúncios nas redes sociais precisam acertar no tom e na mensagem do público que pretendem atingir. Anúncios considerados excessivos ou irrelevantes acabam sendo prejudiciais para a reputação da marca, mais ainda do que aqueles que aparecem em um contexto inapropriado. 

Nesse sentido, para que os anúncios nas redes sociais sejam mais eficazes, é fundamental que as empresas saibam como se diferenciar das centenas de outros conteúdos que as pessoas veem todos os dias.

Algumas dicas essenciais são:

Conheça seu público

Como vimos, há uma grande diversidade de pessoas nas redes sociais, e a forma como elas utilizam esses canais vai depender da idade, região em que vivem e até mesmo dos perfis que elas seguem.

Enquanto consumidores mais jovens querem anúncios mais interessantes e que os representem bem, pessoas mais velhas querem informações mais detalhadas sobre o que lhes está sendo oferecido.

Não atrapalhe a experiência do usuário

Ao anunciar, sua empresa deve ter cuidado para não tornar a experiência do consumidor uma dor de cabeça. Anúncios que aparecem excessivamente, que atrapalham outros conteúdos ou que são personalizados demais podem, na verdade, ser prejudiciais à marca.

Seja informativo

Os anúncios nas redes sociais são uma excelente forma para tornar a marca mais conhecida, mas é preciso cautela. Como comentamos, muitos consumidores usam as redes sociais para procurar produtos e serviços, o que representa uma oportunidade para inúmeras empresas entrarem em contato com esses usuários.

Assim, é preciso criar formas para se destacar e atrair a atenção dessas pessoas, como descontos para a primeira compra, destaque para avaliações positivas de outros clientes, entre outros.

Esperamos que este post tenha ajudado você a compreender a importância dos anúncios nas redes sociais. Para mais artigos sobre o assunto e mais estratégias para se destacar com marketing digital, continue acompanhando o blog da Betminds!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para sua empresa e melhorar suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe a Betminds nas redes sociais: curta a página no Facebook, siga no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022