E-commerce

Estratégias de cashback para o seu e-commerce

A febre do “dinheiro de volta” já é uma tendência. Cada vez mais popular no país, o cashback pode potencializar os negócios no seu e-commerce.

Na prática, para se ter uma ideia, o cashback e os cupons de desconto movimentaram mais de R$ 7 bilhões em 2020, de acordo com dados de uma pesquisa da Cuponomia, startup responsável por oferecer soluções voltadas a essas modalidades promocionais para lojas virtuais do Brasil. Apenas em 2020, auge da pandemia, a empresa foi responsável por gerar R$ 1 bilhão para e-commerces nacionais, além de garantir uma economia de R$ 50 milhões aos clientes que optaram pelo varejo on-line. 

Entre as inúmeras vantagens do cashback para o seu e-commerce, destacam-se o crescimento da taxa de conversão em mais de três vezes e um incremento superior a 45% no ticket médio. Os índices fazem parte do relatório 2020 Global Cashback Industry Report, realizado com 400 empresas de referência do setor. 

Por conta da alta competitividade, o cashback pode ser um diferencial e tanto para o seu e-commerce, afinal, é um fator decisivo na escolha do consumidor na hora de adquirir produtos ou serviços. Fora isso, pode aumentar o faturamento e ainda gerar a fidelização do cliente. 

Boas razões para adotar a estratégia de cashback no seu e-commerce

* É fato: uma loja virtual que oferece diferenciais e vantagens para o público tem mais chances de converter vendas e ganhar um papel de destaque no mercado. Por isso, além de superar a concorrência, é possível manter resultados positivos durante todo o ano.

* O cashback chama a atenção do consumidor e funciona como um estímulo para novas compras. Não esqueça: garantir condições especiais é um fator determinante para a decisão de compra.

* Além de gerar vendas, a ideia do cashback também é essencial para potencializar o relacionamento do seu e-commerce com os clientes e, por consequência, aumentar a taxa de fidelização. Garantir uma experiência satisfatória ao consumidor traz muitos benefícios para o seu negócio.

Saiba como funciona o cashback na prática

Para que o cashback se torne uma realidade no seu e-commerce, é fundamental, além de entender todas as vantagens e outras questões relacionadas ao tema, buscar parceria com uma empresa que ofereça esse tipo de serviço. Seja bastante criterioso na escolha: avalie as instituições e pesquise dados como satisfação dos consumidores, reputação e qualidade dos serviços.

Atualmente, várias empresas oferecem o serviço de cashback para lojas virtuais no Brasil: Méliuz, Mooba, Ame Digital, BeblüeCashBack World e Meu Dim Dim são algumas delas. A dica é conferir qual instituição está mais alinhada às suas expectativas. 

Ao definir a empresa parceira que vai viabilizar o cashback, é hora de potencializar as suas vendas. Quanto mais produtos ou serviços o consumidor adquire, maiores serão os valores acumulados. Esse montante pode ser utilizado para novas compras ou até mesmo ser transformado em dinheiro. Como há vários formatos de cashback, a porcentagem de retorno e a forma de utilização podem ficar sujeitas às regras determinadas por cada plataforma. 

Apesar das particularidades, o fluxo geral do cashback segue basicamente esse modelo:

A – O consumidor acessa o site de uma das plataformas de cashback.

B – O usuário faz o cadastro e busca as lojas virtuais parceiras que estejam de acordo com os seus interesses.

C – Ao localizar o e-commerce do seu interesse, o cliente adquire um produto ou serviço. 

D – Com a compra finalizada, a plataforma recebe uma comissão.

E – Essa comissão é que gera o cashback, ou seja, parte dela volta para o usuário.

F – Ao atingir uma quantia mínima de retorno, o usuário pode fazer novas compras ou ter o dinheiro como crédito em sua conta corrente. 

Dica importante: como se trata de uma parceria entre um e-commerce e uma plataforma que cuida de todo o processo de cashback, além de garantir o retorno ao cliente, é primordial que você avalie com cuidado as regras para identificar programas mais vantajosos para a sua loja virtual e também para os seus potenciais consumidores. 

Top 5 do cashback em e-commerces

De acordo com o levantamento da Cuponomia, no primeiro semestre de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior, as categorias que apresentaram maior crescimento no total de vendas com cashback foram: 

* Setor pet (animais domésticos) – +200%

* Setor de perfume, beleza e maquiagem – +150%

* Setor de farmácia – +100%

* Setor de eletrodomésticos, móveis e decoração – +90%

* Setor de celulares –  +90%

Cuidados na implementação do cashback no seu e-commerce

Não há dúvida de que o cashback garante visibilidade, fidelização de clientes, aumento do ticket médio e uma maior transparência em programas de fidelidade. Para que ele seja realmente um sucesso, é importante cuidar de algumas questões essenciais:

1. Avalie como são as possibilidades de integração da sua plataforma de e-commerce

Antes de sair fechando contrato com uma empresa, faça um checklist do seu site. Sua loja virtual tem, por exemplo, como promover integrações mais encorpadas? Há condições de tornar realidade essa integração com uma plataforma de serviços de cashback?

Essas e outras questões, como a capacidade de contabilizar os descontos automaticamente, devem estar no seu planejamento estratégico. Avalie com muito critério cada passo. 

2. Veja se as condições da parceria são benéficas para o seu negócio

Não tem jeito: é preciso pesquisar e analisar com muita calma as propostas das empresas que oferecem serviços de cashback. Analise a comissão cobrada sobre a venda; veja se a usabilidade para o usuário é boa; pergunte quais são as métricas disponibilizadas; avalie qual é o cashback mínimo que a sua loja precisa oferecer; analise os custos envolvidos no processo; entre outras questões. De posse dessas informações, é possível tomar decisões com mais segurança e assertividade. 

3. Defina o percentual de cashback

Tenha tudo sob controle: é preciso entender qual é o impacto da comissão de vendas sobre a sua margem de lucro para definir quanto será oferecido de cashback. Veja se não é necessário fazer ajustes na precificação de produtos.

4. Estratégia e objetivos fazem toda a  diferença

Defina quais são as metas que pretende atingir com o uso do cashback. Se o seu foco é na conversão de vendas, estipule uma expectativa de crescimento para esse indicador em um determinado período. Só não vale adotar ideias aleatórias, que podem comprometer a saúde do seu negócio.

Com todas essas dicas, o cashback pode se tornar um diferencial e tanto para o seu e-commerce. Organize os seus objetivos e mãos à obra. Grandes oportunidades vêm aí!

Esperamos que esse post tenha ajudado você a entender a importância de adotar estratégias de cashback para o seu e-commerce.  Para mais artigos e mais estratégias para se destacar com o marketing digital, continue acompanhando o blog da Betminds!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para a sua empresa e melhorar as suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe a Betminds nas redes sociais: curta a página no Facebook, siga no Instagram.

Até a próxima matéria :) 

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022