Trends

Vendas por WhatsApp no seu e-commerce

Veja como utilizar o WhatsApp nas principais estratégias de campanhas e vendas da sua loja virtual para garantir excelentes oportunidades de negócios.

De acordo com projeções da pesquisa The Future of Sales, desenvolvida pela consultoria norte-americana Gartner, estima-se que, até 2025, 80% das interações de vendas entre compradores e fornecedores serão realizadas no ambiente digital. Nesse cenário propício para bons negócios, destaca-se o uso do WhatsApp.

Criado em 2009, o WhatsApp está presente em 99% dos smartphones brasileiros, de acordo com estimativas da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box. O estudo revela ainda que o volume de mensagens de WhatsApp trocadas entre clientes e empresas aumentou 251% no primeiro trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Não à toa, o país foi o primeiro a testar, em 2021, o WhatsApp Pay, que permite ao usuário, seja ele pessoa física ou jurídica, fazer pagamentos e até mesmo transferências bancárias entre contas do aplicativo. Para entender a força dessa estratégia, vale lembrar que, atualmente, o país é a segunda maior comunidade de usuários da ferramenta no planeta - com cerca de 120 milhões de pessoas, ficando atrás apenas da Índia. No mundo, esse número ultrapassa a marca de 2 bilhões. 

Em termos de negócios, os dados apontam uma perspectiva exponencial de excelentes oportunidades para a utilização do aplicativo. No caso dos e-commerces, ela deve ser parte das principais estratégias de campanhas e vendas da sua loja virtual. 

Empreendedores aderiram ao WhatsApp Business

De acordo com informações do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o WhatsApp Business faz parte das rotinas de atividades de pelo menos 72% dos empreendedores brasileiros. Um levantamento da Cedro Technologies aponta que o aplicativo é o canal preferido de 39% dos consumidores do país. Na sequência vem o atendimento pelo site (26%) e aplicativo (19%).

Por essas e outras razões, a sua loja virtual não pode desprezar as possibilidades de negócios permitidas pelo WhatsApp. A versão Business surgiu exatamente por conta dessa demanda, que ganhou ainda mais fôlego com a pandemia.

Estudos apontam que as taxas de abertura e engajamento dentro do WhatsApp são maiores que em qualquer outro canal. Além do enorme potencial e diversidade de público, que expande as possibilidades de atuação para diferentes nichos de mercado, o aplicativo tornou-se parte do dia a dia dos brasileiros. Uma pesquisa do Grupo Croma revela que 59% dos usuários do país deixam o app na tela inicial do smartphone. 

O bom atendimento gera excelentes vendas pelo WhatsApp

Antes de partir para ações práticas em busca de bons resultados de vendas no WhatsApp, é essencial entender que se trata de um canal extremamente humanizado, ou seja, é preciso oferecer a melhor experiência possível ao consumidor. Por isso, esse cuidado deve fazer parte de toda e qualquer iniciativa do seu e-commerce. 

Entender as características dos clientes é um diferencial, por isso, é interessante que esse atendimento seja extremamente personalizado para assegurar altas taxas de conversão. De acordo com especialistas que participaram do evento The Future of E-Commerce - Social, evento on-line realizado em 2021 com importantes nomes do setor, é fundamental não ser invasivo. 

Por isso, em seu planejamento, estabeleça um número de contatos anual com os seus clientes, que fique entre 8 e 16 no máximo, mas que contemplem, por exemplo, campanhas de boas-vindas, aniversários, mensagens de relacionamento e pós-vendas. Utilizar o WhatsApp, de forma ativa, é essencial.

De acordo com especialistas presentes no evento on-line, é preciso levar em conta 4 variáveis (número de vendedores, número de contatos, taxa de conversão e ticket médio) para fazer uma excelente projeção das vendas. Para isso, no entanto, é fundamental que o atendimento siga um fluxo que leve à excelência e seja capaz de fidelizar os clientes. 

Dicas para um bom diálogo com os clientes via WhatsApp

  1. Compreenda quais são as características do seu cliente e tenha em mãos também o histórico de compras antes de fazer contato.
  2. Importante: não utilize a primeira mensagem com o objetivo de já oferecer um produto ou serviço. Crie uma aproximação, ou seja, conquiste a atenção do cliente, passe segurança e mostre-se à disposição.
  3. Cuide do uso do português (palavras escritas erradas ou concordâncias equivocadas podem afastar o cliente) e conduza o diálogo de forma interessante, sem muita formalidade,  como se estivesse na loja física. 
  4. Um atendimento personalizado faz muita diferença. Evite mensagens que soem como prontas ou padrão. 
  5. Promova uma interação real com os clientes. Faça o diálogo render, tenha sempre uma pergunta na manga para fazer a conversa fluir. 
  6. Cuide do tempo, ou seja, organize o atendimento de forma que o cliente não fique esperando demais por uma resposta. 

Como aproveitar o WhatsApp para fazer bons negócios

  1. Aposte em catálogos de produtos

Uma das funcionalidades interessantes do WhatsApp Business é que ele permite dar destaque a determinados grupos de produtos - que são chamados de catálogos. Por meio desse recurso, é possível deixar o cliente bem informado sobre o preço e a quantidade disponível das mercadorias ou ainda dos serviços oferecidos. 

Na plataforma mesmo é possível criar um catálogo. Basta acessar a configuração e clicar em “catálogo”. O processo é bastante intuitivo e acaba sendo vantajoso se você ainda possui conta em algum marketplace, ou seja, dá para começar a vender direto pelo aplicativo. 

  1. Faça campanhas focadas no WhatsApp

Vá além de um botão de bate-papo do WhatsApp no Facebook ou Instagram. Dá para criar anúncios nessas duas redes sociais que levam diretamente para conversas no aplicativo de mensagens. 

  1. Ofertas especiais são um bom chamariz

Se você quer atrair e fidelizar clientes via WhatsApp, aposte em descontos exclusivos, formas de pagamento diferenciadas, lançamentos diretamente no canal, entre outros benefícios. 

  1. Conteúdo de qualidade gera boas vendas

Faça um bom planejamento de marketing de conteúdo para o WhatsApp. Como o aplicativo é rico em opções de formato (vídeo, áudio, imagem e texto), dá para oferecer ao cliente uma série de materiais que tirem dúvidas e chamem a atenção para produtos e outras vantagens. Deixe a sua criatividade fluir!

  1. Planeje uma boa utilização do status do WhatsApp

Semelhante aos stories do Instagram e Facebook, o status do WhatsApp é uma importante ferramenta para compartilhar informações relevantes. Elas ficam no ar por 24 horas e podem gerar interações importantes para garantir boas taxas de conversão.

Com todas essas dicas, o seu e-commerce pode expandir as vendas via WhatsApp. Não deixe de apostar em boas formas de divulgação do seu número para viabilizar o sucesso desse canal de atendimento. O treinamento de sua equipe também é fundamental. Adotando todos esses cuidados, seu negócio tem tudo para decolar ainda mais!

Esperamos que esse post tenha ajudado você a entender como incrementar as vendas no seu e-commerce com o uso do WhatsApp.

Para mais artigos e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva aqui no The Future Of E-commerce, a newsletter com foco em e-commerce com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para o seu e-commerce, melhorar as suas vendas e aumentar o seu ROAS, fale com a gente!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Até a próxima matéria :) 

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022