E-commerce

Como calcular ticket médio

Saber como calcular o ticket médio no e-commerce é importante pois ajuda a tomar decisões estratégicas na empresa. Saiba mais sobre esse indicador.

Navegue pelo texto

Um dos principais indicadores de sucesso de um negócio é o ticket médio. E no e-commerce isso não é diferente. Essa métrica ajuda a compreender e mensurar o faturamento da empresa e outros aspectos importantes, como o comportamento do consumidor, guiando as estratégias de marketing e vendas.

A seguir, vamos entender melhor esse indicador e sua importância para o e-commerce. Acompanhe!

O que é ticket médio?

O ticket médio nada mais é do que o valor médio gasto pelos clientes de um negócio. Ele é avaliado levando em conta um determinado período de análise.

A lógica por trás desse indicador é simples: quanto maior o ticket médio, melhor, pois isso indica que os clientes da empresa estão gastando mais a cada compra.

Por que conhecer o ticket médio é importante

Como comentamos, conhecer o ticket médio é fundamental para compreender uma série de movimentos que impactam diretamente a saúde financeira do negócio, incluindo mudanças no comportamento e nos hábitos de consumo dos clientes e variações no faturamento, que podem ajudar a identificar sazonalidades.

Com isso, o ticket médio fornece informações importantes para que a empresa consiga avaliar o retorno de suas ações e campanhas. Também é fundamental para que ela possa se preparar para o período de baixa, servindo como base para o planejamento estratégico do negócio.

O ticket médio se relaciona com uma série de outras métricas vitais para o e-commerce, como ROI, CAC e LTV. Além disso, ele auxilia na aferição dos resultados dos esforços de retenção e fidelização, bem como de estratégias de cross-sell e upsell.

Como calcular o ticket médio do e-commerce?

Como vimos, o ticket médio é calculado com base em um período de tempo específico. Sendo assim, o primeiro passo é definir essa janela de análise.

Falando especificamente do e-commerce, podemos calcular o ticket médio em duas frentes: por cliente ou por pedido. Isso ocorre porque um mesmo consumidor faz mais de uma compra em uma mesma loja em um mesmo período.

Vamos entender os dois cálculos:

Ticket médio por cliente

Indica a média de gasto dos seus clientes. Para descobri-lo, basta fazer:

TM = Faturamento em vendas / Número de clientes

Vamos colocar em números: digamos que, nos três primeiros meses do ano, um e-commerce registrou faturamento de R$ 200 mil com um total de 500 clientes. Usando a fórmula:

TM = 200.000 / 500

TM = R$ 400

Ticket médio por pedido

Esta conta é feita para mensurar o quanto foi gasto, em média, em cada pedido em um determinado período de tempo. A lógica é a mesma:

TM = Faturamento em vendas / Número de pedidos

Exemplo: os R$ 200 mil de faturamento da empresa foram obtidos a partir de 600 pedidos. Voltando à fórmula:

TM = 200.000 / 600

TM = R$ 333,33

Com que frequência monitorar o ticket médio

Ok, o ticket médio deve ser avaliado em um período determinado. Mas quanto é o ideal?

Essa resposta varia de empresa para empresa e também do segmento de atuação. No entanto, é a regularidade que importa - desde que não se deixe passar muito tempo.

Diferentes fontes recomendam diferentes estratégias, mas você pode avaliar seu ticket médio todos os meses. Experimente também avaliá-lo a cada 90 dias. Teste as duas frequências e veja qual é melhor para monitorar o faturamento da empresa, a sazonalidade e o comportamento dos seus consumidores.

Como saber se meu ticket médio é bom?

Não existe um valor definitivo que define o que é um ticket médio bom ou ruim. Isso vai depender das características de cada negócio. Para entender se a métrica é positiva no caso da sua empresa, existem três dicas que você deve seguir:

  • Analise o histórico do ticket médio do seu negócio: não há outra empresa como sua; por isso, analise os resultados anteriores para identificar tendências, mudanças e padrões. Se o ticket médio caiu, sinal vermelho. Se ele se manteve estável, sinal amarelo, pois isso pode indicar que seu negócio não está crescendo.
  • Compare-se com seus concorrentes: empresas de porte semelhante e que atuam no mesmo segmento podem ser uma boa fonte para o benchmarking. Assim, além da análise interna, busque saber como seus concorrentes estão se saindo. Se você identificar algum rival com ticket médio mais alto, isso indica que você também pode buscar esse patamar.
  • Faça uma análise conjunta com outras métricas: como comentamos, o ticket médio está diretamente relacionado a outros indicadores. É importante realizar uma análise abrangente, relacionando essas diferentes métricas para entender o desempenho da sua empresa de maneira mais aprofundada. Um ticket médio mediano pode ser bom se o CAC for baixo e se o valor for o suficiente para cobrir o investimento, por exemplo.

E para mais artigos, cases e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Temu: Um Novo Gigante no Comércio Eletrônico

A Temu, pertencente à PDD Holdings, empresa-mãe da Pinduoduo, expandiu rapidamente sua presença, sendo frequentemente comparada com gigantes do e-commerce como Shein, Amazon e Shopee.

28/5/2024

Arezzo&Co anuncia mudança de nome para Azzas 2154 após fusão com Grupo Soma

O novo nome, Azzas 2154, faz referência ao ano 2154, utilizado pelo CEO Alexandre Birman como um lema de visão estratégica e futuro para a companhia, com o slogan ”Arezzo rumo a 2154”.

28/5/2024

VTEX Personal Shopper: O que é e como funciona

Com o aumento da demanda por personalização e atendimento exclusivo, o VTEX Personal Shopper surge como uma inovação essencial para empresas que buscam melhorar o atendimento, aumentar a conversão e reduzir custos operacionais.

24/5/2024