Estratégias

Sete estratégias para aumentar suas vendas e ticket médio no e-commerce

Aumentar o faturamento é vital para qualquer negócio digital, pois reflete diretamente na capacidade de investir em tecnologias, expandir a equipe e, consequentemente, ampliar a lucratividade geral.

Navegue pelo texto

No mundo acelerado do e-commerce, gerentes e heads enfrentam o desafio constante de aumentar as vendas e o ticket médio. Aumentar o faturamento é vital para qualquer negócio digital, pois reflete diretamente na capacidade de investir em tecnologias, expandir a equipe e, consequentemente, ampliar a lucratividade geral.

Aqui, exploraremos sete estratégias eficazes para alcançar esses objetivos cruciais.

1. Aprimorando a Experiência do Cliente

A chave para aumentar as vendas e o ticket médio reside em oferecer uma experiência de cliente excepcional. Segundo um estudo da PwC, 73% dos consumidores apontam a experiência como um fator importante nas decisões de compra.

No e-commerce, isso significa ter um site intuitivo, um processo de checkout simplificado e um atendimento ao cliente de alta qualidade.

Um exemplo prático disso é a Amazon, que usa recomendações personalizadas baseadas no histórico de navegação do cliente para melhorar a experiência de compra, aumentando assim o ticket médio.

2. Kits de Produtos e Vendas Cruzadas

Kits de produtos e estratégias de vendas cruzadas são maneiras eficientes de aumentar o valor do carrinho de compras. Agrupar produtos complementares a preços atraentes não só oferece conveniência ao cliente, mas também incentiva a compra de múltiplos itens.

Por exemplo, um e-commerce de beleza pode criar kits de cuidados com a pele, enquanto um varejista de eletrônicos pode oferecer pacotes de gadgets. Esta abordagem não só eleva o ticket médio, mas também ajuda a mover estoques estagnados.

3. Programas de Fidelidade e Recompensas

Os programas de fidelidade são fundamentais para encorajar compras recorrentes e aumentar o ticket médio. Um relatório da Accenture revela que membros de programas de fidelidade gastam 31% a mais do que os não-membros.

Varejistas como a Sephora têm utilizado programas de fidelidade com sucesso, oferecendo pontos que podem ser trocados por descontos ou produtos, incentivando os clientes a gastarem mais para ganhar mais recompensas. Essa estratégia não apenas aumenta o ticket médio, mas também fortalece a lealdade do cliente.

4. Frete Grátis com Limite Mínimo de Compra

Oferecer frete grátis com um valor mínimo de compra é uma estratégia poderosa para incentivar os clientes a adicionar mais itens ao carrinho. Segundo uma pesquisa da National Retail Federation, quase 75% dos consumidores esperam entrega gratuita, mesmo em pedidos abaixo de $50.

Um exemplo prático é uma empresa de moda online, que oferece frete grátis para compras acima de um certo valor, incentivando os clientes a aumentarem seus pedidos. Ao equilibrar o valor mínimo para a obtenção do frete grátis com os custos operacionais, os e-commerces podem aumentar o ticket médio sem sacrificar a margem de lucro.

5. Uso de Dados e Análises para Personalização

Utilizar dados e análises para personalizar a experiência de compra pode resultar em um aumento significativo nas vendas e no ticket médio. Um estudo da Epsilon indica que 80% dos consumidores têm mais probabilidade de fazer uma compra de uma marca que oferece experiências personalizadas.

Por exemplo, a Netflix usa algoritmos de recomendação para sugerir conteúdo com base nas preferências dos usuários, mantendo-os engajados e aumentando as chances de renovação de assinaturas. Da mesma forma, um e-commerce pode usar análises de comportamento para recomendar produtos, oferecer ofertas personalizadas e criar campanhas de marketing direcionadas, levando a um aumento no ticket médio e na fidelização do cliente.

6. Marketing de Conteúdo e Educação

Investir em marketing de conteúdo e educação do cliente pode ser um motor de vendas significativo. Por exemplo, um e-commerce de produtos de saúde e bem-estar pode oferecer conteúdo educacional sobre estilo de vida saudável. Isso não só estabelece a marca como uma autoridade, mas também encoraja os clientes a explorar e comprar produtos relacionados.

7. Otimização Móvel e Experiência Omnichannel

Em 2023, a importância da otimização para dispositivos móveis no e-commerce tornou-se mais evidente do que nunca. De acordo com um relatório de 2023 da Oberlo, mais de 70% do tráfego de e-commerce vem de dispositivos móveis, ressaltando a necessidade de um design responsivo e uma experiência de usuário intuitiva.

Um exemplo pioneiro é o Alibaba, que otimizou sua plataforma móvel para fornecer uma experiência de compra suave, contribuindo para um aumento significativo no ticket médio e nas vendas globais.

A implementação de uma interface mobile-friendly, com tempos de carregamento rápidos e um processo de checkout otimizado, é essencial para capturar essa crescente base de consumidores móveis.

Experiência Omnichannel: Integrando Canais para Vendas Ampliadas

A estratégia omnichannel tornou-se um fator crítico para o sucesso do e-commerce em 2024. Segundo um estudo da Shopify, empresas com estratégias omnichannel retêm em média 89% de seus clientes, comparado a uma retenção de 33% por empresas com foco em um único canal.

Marcas como a Target exemplificam esta abordagem, integrando perfeitamente suas operações online e offline, o que resulta em uma experiência de compra coesa. Ao permitir que os clientes interajam com a marca através de vários canais - seja comprando online, via aplicativo ou em uma loja física - as empresas podem aumentar o ticket médio e fidelizar os clientes de maneira mais eficiente.

8. Dica Extra: Live Commerce e Vídeo Marketing para impulsionar as vendas no e-commerce

Segundo dados da Business Insider, estima-se que as vendas através do Live Commerce nos EUA alcançaram US$ 25 bilhões em 2023.

Esta tendência, popularizada na Ásia, é um formato híbrido que combina o entretenimento ao vivo com a capacidade de comprar instantaneamente. Um caso de sucesso é o da empresa chinesa Alibaba, que viu um aumento significativo nas vendas durante suas sessões de Live Commerce na plataforma Taobao. Implementar transmissões ao vivo permite interações em tempo real com os consumidores, promovendo um envolvimento maior e incentivando compras impulsivas, o que eleva o ticket médio.

Além do Live Commerce, o vídeo marketing tem se mostrado uma ferramenta poderosa para e-commerces em 2024. Um relatório do Wyzowl revelou que 84% dos consumidores foram convencidos a comprar um produto ou serviço assistindo ao vídeo de uma marca.

Plataformas como YouTube e Instagram são ideais para o vídeo marketing, permitindo que as marcas demonstrem seus produtos de maneira envolvente e informativa. Por exemplo, a Sephora utiliza tutoriais em vídeo para mostrar seus produtos de beleza em ação, o que não apenas aumenta o engajamento, mas também motiva os consumidores a fazerem compras maiores, aumentando o ticket médio.

Em resumo, aumentar as vendas e o ticket médio no e-commerce exige uma combinação de estratégias focadas no cliente, uso inteligente de dados, e a criação de uma experiência de compra envolvente e personalizada. Ao implementar estas sete estratégias, você verá um aumento significativo tanto no número de vendas quanto no valor médio de cada venda.

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para a sua empresa e melhorar as suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no linkedin, no tiktok e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Dia dos Namorados de 2024: Vendas Online Crescem 23%

O Dia dos Namorados de 2024 se mostrou um marco significativo para o e-commerce brasileiro, registrando um aumento expressivo de 23% nas vendas online comparado ao ano anterior.

20/6/2024

Live shopping: saiba como realizar vendas ao vivo

Neste episódio do Digital Commerce, conversamos com a responsável pelo e-commerce da PatBO, case sucesso mundial de live commerce.

18/6/2024

Como construir a confiança da marca 

A confiança é uma parte fundamental da natureza humana, e isso se reflete no comportamento dos consumidores. Saiba mais!

13/6/2024