Trends

Realidade aumentada no e-commerce

Com a RA é possível atrair a atenção dos consumidores, engajando-os ainda mais e aumentando a conversão

O e-commerce brasileiro cresceu 27% em 2021 e terminou o ano com faturamento de R$ 161 bilhões, segundo a Geotrust. Esse crescimento está diretamente ligado ao fato de que nossos hábitos de compra estão cada vez mais digitalizados. Para se ter uma ideia, um estudo mostra que 88% dos brasileiros entrevistados afirmam fazer compras online.

E é claro que todo esse sucesso atrai cada vez mais lojistas, que buscam marketplaces e plataformas próprias para vender. E quando há muita concorrência e saturação, é preciso priorizar a experiência do cliente como um diferencial competitivo.

Novas formas de pagamento, sites e aplicativos otimizados, tudo isso é importante, mas são coisas com as quais os consumidores já estão familiarizados. E a resposta para essa diferenciação, muitas vezes, está na inovação.

Quando falamos do comércio eletrônico, novas tendências de compra começam a ganhar força no setor. Uma delas é a tecnologia de realidade aumentada, que vamos conhecer a seguir. Acompanhe!

O que é Realidade aumentada?

A realidade aumentada (RA) é uma tecnologia que combina imagens e gráficos tridimensionais (e também áudios) com o ambiente ao redor do usuário. Em outras palavras, trata-se da inserção de elementos digitais interativos no mundo real. Essa é uma excelente forma de engajar os usuários e otimizar sua experiência.

Geralmente essa imersão é feita pela tela do celular. Um case muito conhecido foi o jogo Pokémon Go, em que os usuários exploravam os locais ao seu redor com a câmera dos seus smartphones para localizar os personagens do jogo, que apareciam como se fizessem parte do mundo real.

A realidade aumentada começa a ganhar força no e-commerce por meio de diversas aplicações. Provadores virtuais de roupas e calçados, visualização 3D de produtos, manuais interativos, simulações de novas cores na parede ou de móveis no ambiente são apenas algumas das possibilidades da RA para o comércio eletrônico.

Realidade aumentada x Realidade virtual: qual a diferença?

É comum confundir a realidade aumentada e a realidade virtual. Como vimos, a RA trata da sobreposição de elementos de áudio e vídeo a cenários físicos, normalmente através da câmera de celular ou tablet.

A RV, por sua vez, é a imersão completa em um ambiente 3D totalmente digital. Para isso, o usuário deve colocar óculos e fones especiais, que o levam para uma nova realidade. A realidade virtual tem sido muito utilizada para o mundo dos games, fornecendo uma experiência mais imersiva para os jogadores.

Dados sobre a AR no comércio eletrônico

A realidade aumentada tem um grande potencial para melhorar as vendas no e-commerce. Na verdade, a tecnologia já tem trazido resultados importantes para o setor.

Separamos algumas estatísticas que confirmam isso:

  • O mercado de realidade aumentada deve atingir um valor de US$ 50 bilhões até 2024, crescimento impulsionado justamente por setor como o varejo.
  • Para 66% dos consumidores, tecnologias 3D, como a RA, os tornam mais interessados e confiantes em comprar.
  • O uso de realidade aumentada pode aumentar a taxa de conversão em até 40%.
  • 40% dos consumidores estão dispostos a gastar mais em um produto se eles puderem testá-lo por meio de RA.

Benefícios da AR no e-commerce

As pessoas estão cada vez mais dependentes da tecnologia, o que inclui seus hábitos de compra. Com a RA é possível atrair a atenção dos consumidores, engajando-os ainda mais e aumentando suas chances de conversão.

Uma pesquisa mostra que os usuários que interagiram com um produto via realidade aumentada tem 11 vezes mais chances de comprá-lo.

E esse maior engajamento e essa melhor experiência refletem-se na satisfação. Um estudo mostra que 73% dos consumidores que tiveram alguma experiência com realidade aumentada tiveram índice de satisfação alto ou muito alto.

E não é difícil entender o porquê: a possibilidade de interagir com o produto, seja provando uma roupa ou conferindo o como ficaria um móvel na sala de casa, aumenta a confiança na decisão de compra das pessoas.

Ao aumentar a satisfação dos clientes com suas compras, isso reduz trocas e devoluções, além de diminuir as reclamações.

Embora a realidade aumentada esteja mais consolidada em mercados como o asiático e norte-americano, algumas empresas no Brasil já utilizam essa tecnologia para oferecer uma melhor experiência de compra para seus clientes.

É o caso, por exemplo, da marca de tintas Coral. Por meio do aplicativo Coral Visualizer, os consumidores podem simular todas as cores do catálogo da marca nas paredes da sua casa, em tempo real.

A Netshoes é outro case de sucesso. A empresa implementou o Sizefit, um provador virtual que auxilia os seus clientes a escolher o tamanho de roupa ou calçado ideal com base nas suas medidas. A ferramenta também aceita que o usuário faça observações em relação às peças, como um ajuste mais justo ou largo.

A Dafiti seguiu caminho semelhante. O dafitiME é um provador virtual que permite aos clientes experimentarem as peças em um avatar, que é criado a partir das suas medidas. Assim como a Netshoes, a ferramenta também sugere o tamanho ideal.

Foto: Divulgação/Mundo do Marketing

Precisa de ajuda para desenvolver estratégias para bater a meta do seu e-commerce neste mês? Clique aqui e faça o nosso diagnóstico gratuito para e-commerce. Vamos te ajudar analisando todos os GAPs do seu e-commerce e trazendo novos insights para você alcançar resultado esperado ainda este mês.

Para mais artigos e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

https://conteudo.betminds.ag/the-future-of-ecommerce?utm_source=blog&utm_medium=banner&utm_campaign=the_future&utm_term=realidade-aumentada-no-e-commerce

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022