Trends

NRF 2024: Tendências emergentes no e-commerce

Estas tendências refletem as mudanças nas expectativas dos consumidores e as inovações tecnológicas que estão moldando o futuro das compras online. Confira!

Navegue pelo texto

O NRF’s Retail Big Show 2024, um dos eventos mais significativos do varejo mundial, que encerrou nesta terça-feira, dia 16, em Nova York, destacou tendências cruciais no comportamento do consumidor que estão redefinindo o e-commerce.

Com a participação de mais de 40 mil pessoas e 6.200 marcas de 100 países, sendo o Brasil era a maior delegação estrangeira, com cerca de 2,5 mil pessoas, o evento focou na experiência do consumidor, inteligência artificial, mídia de varejo, sustentabilidade e a importância de se concentrar no cliente. Confira alguns dos insights do evento:

Comércio Eletrônico Intuitivo

As pessoas querem comprar sem fricção e sem problema, independentemente do canal: on ou off. Por isso, o foco está em aprimorar a experiência de compra com tecnologias como inteligência artificial, que possibilitam compras mais personalizadas e intuitivas. As empresas devem se concentrar em criar experiências sob medida para seus clientes, explorando novas formas de engajamento e fortalecendo o relacionamento com eles.

Economia TikToker

A influência do TikTok no comportamento de compra dos consumidores mais jovens está crescendo. A plataforma não é apenas uma fonte de tendências virais de vídeo, mas também está se tornando um canal de vendas diretas. As marcas devem aproveitar o poder das tendências virais do TikTok e a demografia do aplicativo para estratégias de vendas mais eficazes.

Outsmart Online

Com a crescente ansiedade econômica, os consumidores estão se tornando mais astutos nas compras online, utilizando plataformas para economizar dinheiro através de trocas, revendas ou compartilhamento de pontos. As empresas devem se alinhar com aplicativos e sites de orçamento para atender a esses consumidores preocupados com o orçamento.

Afinal, os consumidores estão mais online do que nunca, mas com uma consciência clara de suas limitações financeiras. Isso significa que, embora desejem fazer compras, estão buscando formas de maximizar o valor de cada transação.

Recommerce 2.0

O recommerce está evoluindo, impulsionado pelas preocupações financeiras e de sustentabilidade dos consumidores, especialmente entre as gerações mais jovens. As empresas devem considerar investir no recommerce, inovando para simplificar o processo de revenda e comunicando suas iniciativas de sustentabilidade.

Devoluções Simplificadas

A facilidade de devolução está se tornando um aspecto crucial da fidelização do cliente. Muitas empresas ainda impõem desafios nas devoluções, afetando a experiência do cliente. É fundamental encontrar maneiras de gerenciar os custos crescentes das devoluções sem onerar os consumidores, melhorando assim a experiência de compra.

Estas tendências destacam a importância de adaptabilidade, inovação e atenção às necessidades e comportamentos dos consumidores no mundo do e-commerce. À medida que o setor evolui, as empresas precisarão se concentrar em oferecer experiências de compra mais personalizadas, explorar novas plataformas de mídia social para vendas, atender a consumidores financeiramente conscientes, investir em práticas sustentáveis e simplificar processos de devolução para melhorar a satisfação do cliente.

Essas abordagens não apenas atendem às expectativas dos consumidores, mas também impulsionam o crescimento e o sucesso em um mercado digital cada vez mais competitivo.

Desafios na Implementação de Inteligência Artificial

A NRF 2024 destacou a crescente importância da Inteligência Artificial (IA) no e-commerce, mas também abordou os desafios associados à sua implementação. Um dos principais desafios é tornar a IA mais operacional e prática.

As empresas estão buscando maneiras de utilizar a IA para otimizar tarefas rotineiras, como a criação de apresentações eficientes e análise de dados, visando melhorar a eficiência operacional. Outro desafio significativo é a necessidade de equilibrar o uso de IA para automatização com a manutenção de um toque humano e "bagagem histórica", especialmente em aspectos relacionados ao branding e à experiência do cliente.

Com a Geração Z ganhando destaque e liderando a era impulsionada pela IA, entender como e quando empregar essa tecnologia torna-se vital. As empresas precisam encontrar maneiras de implementar a IA que sejam não apenas tecnologicamente avançadas, mas também alinhadas com as expectativas e comportamentos dessa geração emergente no mercado de trabalho e consumo.

Oportunidades no Retail Media

No que diz respeito ao retail media, a NRF 2024 evidenciou um mercado norte-americano já maduro, em contraste com o cenário ainda em desenvolvimento em países como o Brasil. O evento destacou que o retail media é muito mais do que apenas uma ferramenta de publicidade; trata-se de transformar o ponto de venda em um ponto estratégico de mídia.

Esta abordagem oferece oportunidades valiosas para monetizar espaços tanto no ambiente virtual quanto físico. Os varejistas começaram a perceber que a atenção capturada no momento da compra é extremamente valiosa e estão explorando maneiras de utilizar esses espaços para gerar receita adicional. Isso vai além dos métodos tradicionais de publicidade, com um foco crescente em tráfego e conversão.

A implementação bem-sucedida do retail media requer uma compreensão profunda de como integrar estrategicamente a publicidade no processo de compra, garantindo que ela complemente e enriqueça a experiência do cliente, em vez de atuar como uma distração ou um incômodo.

Manter o Cliente no Centro

A mensagem central da NRF 2024 foi a importância de manter o foco no cliente, evitando seguir tendências passageiras e buscando insights que sejam genuinamente relevantes e valiosos para o público-alvo.

Independentemente das inovações tecnológicas e das tendências emergentes, a necessidade de compreender e atender às expectativas dos consumidores permanece fundamental. Isso envolve aprimorar a jornada de compra, personalizar experiências, estar atento às demandas do mercado e utilizar tecnologias emergentes de forma eficaz.

A ênfase colocada na Geração Z destacou a importância desta demografia na condução das inovações no varejo digital. Com um papel crescente na força de trabalho e na economia, entender suas preferências e comportamentos é crucial para as estratégias de negócios futuras.

Segundo um dado dito na palestra de Michelle Evans, Líder Global de Varejo e Digital Consumer da Euromonitor International, até 2025, 27% da força de trabalho será composta por eles, e o momento de agir é agora.

Em resumo, a NRF 2024 reiterou que, enquanto o cenário do e-commerce continua evoluindo com novas tecnologias e tendências, o foco no cliente, a personalização da experiência e a adaptação às necessidades e desejos dos consumidores permanecem como os pilares para o sucesso no varejo digital.

As empresas que conseguirem harmonizar esses elementos com as inovações tecnológicas estarão bem posicionadas para prosperar no mercado de e-commerce em constante mudança.

A Evolução da Loja Física no Cenário Pós-Pandemia

Julio Monteiro, da Megamatte, e Adir Ribeiro, da Praxis Business, compartilharam percepções sobre o futuro da loja física baseadas na pesquisa de Lee Peterson da WD Partners. Esta pesquisa revelou que 63% dos consumidores preferem compras online, um aumento significativo em comparação com cinco anos atrás, eram de apenas 20%.

Ribeiro enfatizou que as lojas físicas precisam se tornar espaços de experiências atraentes, que ofereçam interação com vendedores, experimentação de produtos e facilidade de retorno, criando um aspecto emocional na experiência de compra.

Aplicações Práticas da Inteligência Artificial no Varejo

Tom Moreira Leite, da ABF e do Grupo Trigo, destacou a importância de investir na coleta de dados proprietários para implementar soluções de IA no varejo. Ele mencionou que o uso mais comum da IA no varejo norte-americano tem sido criar ambientes de conversas personalizadas. Kate Ancketill, CEO da GDR, também enfatizou que a IA está se movendo em direção à hiperpersonalização, predizendo um futuro onde cada indivíduo terá sua própria inteligência artificial personalizada.

“Antes de implementar a inteligência artificial, a LCBO lidava com uma alta taxa de abandono de compras. Depois de colocar em prática a pesquisa generativa, teve aumento de 58% no CTR, crescimento no número de comentários positivos sobre a facilidade de encontrar produtos no e-commerce, e dobrou a taxa de conversão”, diz Lucas Palhares, VP de growth e vendas da Media.Monks, marca operacional da S4Capital. A empresa de bebidas alcoólicas usa inteligência artificial para aprimorar a experiência do consumidor dentro do e-commerce ao pesquisar produtos.

Desafios e Estratégias no Varejo de Luxo

No segmento de luxo, Philippe Schaus da Moet Hennessy, parte do grupo LVMH, discutiu como a empresa adaptou suas estratégias em resposta à inflação global. Lyana Bittencourt, CEO do Grupo Bittencourt, detalhou como a Moet Hennessy adaptou preços regionalmente e focou em experiências de varejo exclusivas, como bares de champanhe super premium, para contar a história da marca e atrair novos consumidores.

Liderança Inspirada pelo Basquete

Magic Johnson, ícone do basquete e empresário bem-sucedido, compartilhou sua jornada e abordou os desafios da liderança em diferentes negócios. Ele enfatizou a importância de uma cultura organizacional forte e como a inspiração e a orientação de mentores foram cruciais em sua transição de atleta para empresário.

Estes insights do segundo dia da NRF 2024 mostram a dinâmica multifacetada do varejo moderno, onde a tecnologia, a experiência do cliente e a liderança eficaz convergem para moldar o futuro do setor. A ênfase contínua na personalização, inovação e adaptabilidade reflete a necessidade das empresas de se manterem ágeis e receptivas às mudanças rápidas do mercado e às expectativas dos consumidores.

Liderança na Levi’s: A Visão de Michelle Gass

Michelle Gass, executiva da Levi’s, destacou a importância da liderança adaptável em grandes organizações. Ela focou na necessidade de equilibrar a herança da marca com inovação e relevância no mercado global. Gass ressaltou a importância de uma cultura corporativa forte, alinhada a valores e responsabilidade social, essencial para manter a tradição da Levi's, ao mesmo tempo em que se promove a inovação.

Perspectivas e Tendências do Varejo

Andrea Bell, executiva da WGSN, liderou um painel que apresentou um panorama futuro para o varejo. Lyana Bittencourt, CEO do Grupo Bittencourt, destacou os principais pontos discutidos:

Envelhecimento da População e Mudanças de Mercado

Um ponto-chave discutido foi o envelhecimento da população, especialmente na Ásia, e a tendência dos jovens adultos nos países ocidentais de morar por mais tempo com os pais. Essas tendências estão alterando estereótipos relacionados à idade e abrindo novas oportunidades de mercado, particularmente nos setores de saúde e bem-estar.

Tecnologia Intencional e Consumo Ético

O painel destacou a importância do uso intencional de tecnologia, que deve agregar valor real ao negócio em vez de apenas seguir tendências. A discussão incluiu a preocupação ética e de segurança relacionada à IA, incluindo a ascensão de humanos virtuais e seu impacto em diversas indústrias. Cerca de 42% dos especialistas em IA estão entusiasmados e ao mesmo tempo preocupados com essas inovações.

Responsabilidade Ambiental

O debate sobre mudanças climáticas e a evolução da "eco-raiva" para uma mentalidade mais esperançosa foi um ponto relevante. O setor de varejo está sendo incentivado a recompensar os consumidores por esforços éticos e ecológicos, implementar processos de produção sustentável e colaborar com organizações ambientais para desenvolver produtos eco-amigáveis.

Dinâmicas Sociopolíticas e Padrões de Consumo

As mudanças sociopolíticas e as tensões geopolíticas são fatores que influenciam diretamente o varejo, criando sociedades mais polarizadas e desiguais. Isso exige uma maior transparência nos preços e produtos customizados para cada região.

Ativismo de Imaginação

A perspectiva de um futuro positivo para o planeta pode ser uma fonte de inovação, com a IA atuando como uma ferramenta central para desenvolver essa visão. Encoraja-se a exploração de realidades virtuais, o fomento da criatividade e o engajamento com movimentos sociais. O objetivo é criar visões inspiradoras do futuro que incentivem ação e mudança, utilizando a criatividade e a tecnologia para criar mundos envolventes que conectem os consumidores com marcas e produtos de maneira mais profunda.

Crescimento do Retail Media no Varejo

O retail media, uma estratégia que consiste em vender espaços publicitários dentro de lojas físicas, está previsto para crescer significativamente. Este conceito aproveita dados de consumidores para otimizar a venda desses espaços.

Caso de Sucesso: 7-Eleven

Um exemplo destacado foi o da 7-Eleven, que se transformou em uma influenciadora no mercado de varejo, como explicado por Denis Santini, CEO do Grupo MD e da CommUnit. Com mais de 90 milhões de clientes cadastrados e um fluxo diário significativo, a rede de conveniências expandiu suas operações para além do varejo tradicional, adotando estratégias eficazes de retail media.

Potencial do Retail Media

Esse movimento da 7-Eleven ilustra como o retail media pode ser uma fonte lucrativa de receita para varejistas, transformando visitas de clientes em oportunidades de impacto publicitário e de venda. A adoção dessa abordagem indica uma mudança no uso de espaços de varejo, abrindo novas possibilidades para interações com os consumidores e fortalecendo a presença de mercado das empresas.

Drew Barrymore: De Estrela de Hollywood a Ícone do Varejo

Drew Barrymore, famosa por suas atuações em comédias românticas, revelou um novo capítulo de sua carreira no varejo na NRF 2024. Desde 2019, ela se aventurou além da atuação, lançando a linha de móveis e decoração 'Drew Barrymore Flower Home' com o Walmart, e mais tarde, sua própria marca, 'Beautiful', focada em eletrodomésticos e utensílios de cozinha, em parceria com Shae Hong, CEO da operação.

Beautiful: Sinônimo de "Premium Acessível"

Sua marca é caracterizada por combinar design elegante e tecnologia avançada a preços acessíveis, refletindo seu conceito de "premium acessível". Barrymore e Hong buscam equilibrar estilo e praticidade, visando oferecer ao consumidor produtos que enriqueçam a experiência doméstica.

Empreendedorismo Inspirado pela Maternidade

Durante a NRF, Barrymore compartilhou como a maternidade mudou sua visão de negócios e vida. Ela enfatizou a importância de aprender com todas as experiências e a necessidade de parcerias estratégicas eficazes para o sucesso nos negócios.

Foco no Bem-Estar Doméstico

Barrymore destaca a importância da casa como um espaço de bem-estar. Sua visão para os produtos da 'Beautiful' é criar um ambiente doméstico que não apenas seja esteticamente agradável, mas que também contribua para o bem-estar mental e emocional dos moradores.

Esta nova fase da carreira de Barrymore, apresentada na NRF 2024, mostra sua evolução de uma celebrada atriz para uma influente empreendedora no mundo do varejo, destacando a interseção entre estilo, tecnologia e bem-estar no lar.

Estes insights do último dia da NRF 2024 realçam a complexidade e a dinâmica do varejo moderno, mostrando como fatores como idade, tecnologia, meio ambiente, política e criatividade estão interconectados e moldando o futuro do setor. As empresas que conseguirem se adaptar a essas tendências, com foco na inovação e na responsabilidade, estarão melhor posicionadas para atender às necessidades de um mercado global em constante evolução.

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para a sua empresa e melhorar as suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no linkedin, no tiktok e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Temu: Um Novo Gigante no Comércio Eletrônico

A Temu, pertencente à PDD Holdings, empresa-mãe da Pinduoduo, expandiu rapidamente sua presença, sendo frequentemente comparada com gigantes do e-commerce como Shein, Amazon e Shopee.

28/5/2024

Arezzo&Co anuncia mudança de nome para Azzas 2154 após fusão com Grupo Soma

O novo nome, Azzas 2154, faz referência ao ano 2154, utilizado pelo CEO Alexandre Birman como um lema de visão estratégica e futuro para a companhia, com o slogan ”Arezzo rumo a 2154”.

28/5/2024

VTEX Personal Shopper: O que é e como funciona

Com o aumento da demanda por personalização e atendimento exclusivo, o VTEX Personal Shopper surge como uma inovação essencial para empresas que buscam melhorar o atendimento, aumentar a conversão e reduzir custos operacionais.

24/5/2024