Performance

Como gerar tráfego para o seu e-commerce

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais eficazes para atrair tráfego orgânico para o seu site. A ideia é criar um blog e abastecê-lo com conteúdos de interesse do seu público.

Quando falamos do e-commerce, atrair tráfego é uma ação fundamental para aumentar as vendas e a visibilidade da marca. Traçando um paralelo com as lojas físicas, um site que gera pouco tráfego é como um comércio com pouco movimento: se ninguém entra na loja, não há como fazer o negócio crescer.

E da mesma forma que um comércio de rua, atrair um número maior de pessoas não é certeza de sucesso. É preciso trazer consumidores interessados no que você tem a vender, pessoas que de fato comprariam seus produtos e se tornaram seus clientes.

Com isso em mente, separamos algumas dicas para ajudar você a aumentar o tráfego qualificado da sua loja virtual, conseguir se destacar da concorrência e aumentar suas vendas. Acompanhe!

5 estratégias para gerar tráfego para seu e-commerce

1. A estrutura do site

Seu site precisa estar preparado para receber os visitantes. Isso começa pela escolha de um servidor que garanta que seu site esteja sempre no ar e que aguente possíveis picos de acesso. É o que acontece, por exemplo, em datas especiais ou promoções.

Com isso assegurado, é preciso garantir que seu site seja acessível a todas as pessoas, em qualquer dispositivo. Isso envolve a construção de uma arquitetura intuitiva e fácil de navegar, que garanta ao usuário uma boa experiência.

Além disso, é fundamental que o site seja responsivo, isto é, que se adapte aos diferentes formatos de tela: desktop, notebook, celular ou tablet. Aliás, melhor do que responsividade é, sempre que possível, ter uma versão exclusiva para dispositivos móveis.

Para se ter uma ideia, um estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) identificou que o smartphone foi o dispositivo mais utilizado para compras na internet: 87% das pessoas que compraram on-line usaram o celular¹.

Mais do que isso: como estamos falando de aumentar o tráfego, nos últimos anos o Google adotou uma abordagem mobile first. Na prática, isso significa que o buscador prioriza sites que possuem uma versão mobile na hora de ranquear os resultados para os usuários.

2. SEO

SEO é um conjunto de técnicas e boas práticas para otimizar seu site para os mecanismos de busca. O objetivo é fazer com que seu domínio apareça entre as primeiras posições na página de resultados de pesquisa, o que aumenta as chances de mais pessoas acessarem na sua loja.

SEO é um assunto bastante extenso e envolve uma série de medidas. De forma resumida, porém, concentre-se em garantir a velocidade do seu site – você pode obter ideias valiosas na ferramenta Google PageSpeed Insights.

Uma pesquisa da Forrester Consulting descobriu que 47% dos consumidores esperam apenas 2 segundos para que uma página carregue², e que 40% deles abandonam o site após 3 segundos.

Além da velocidade de carregamento, é importante fazer um bom trabalho com suas palavras-chave. O uso desses termos ajuda os mecanismos de pesquisa a entenderem do que se trata cada página e, assim, disponibilizar resultados mais precisos para os usuários.

Busque utilizar as palavras-chave:

  • No conteúdo da página: nesse caso, seria no nome e na descrição de cada produto. Se você está vendendo um “tênis de corrida feminino”, certifique-se de usar esses termos.
  • Na URL: o endereço de cada página deve ser simples e direto. Quanto mais curta e descritiva, melhor.
  • Nas imagens: renomeie os arquivos das imagens com sua palavra-chave e utilize-a também no texto alternativo (texto mostrado quando a imagem não pode ser carregada e utilizada por ferramentas que auxiliam deficiente visuais).
  • Nos títulos de página: esse é o nome que aparece na aba do navegador. Assim como a URL, deve ser curto e descritivo.

3. Produza conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais eficazes para atrair tráfego orgânico para o seu site. A ideia é criar um blog e abastecê-lo com conteúdos de interesse do seu público.

E não se trata de promover sua marca, mas sim de ajudar as pessoas a resolver problemas e encontrar soluções. Em suma, trata-se de se colocar como autoridade no assunto e disponibilizar materiais úteis e relevantes.

O marketing de conteúdo não se resume apenas a posts no blog, porém; vídeos, infográficos e e-books são outros exemplos de formatos que podem agregar valor à experiência do usuário e servir como porta de entrada para o seu e-commerce.

4. Use as redes sociais

As redes sociais são canais excelentes para gerar tráfego qualificado para o seu e-commerce, seja compartilhando o conteúdo que você produziu ou divulgando promoções e outras ações de venda.

No entanto, sua estratégia de social media não deve se resumir a fazer postagens. É preciso interagir com o público. Hoje, as redes sociais são muito utilizadas pelos consumidores para elogiar e criticar marcas, relatar experiências e tirar dúvidas.

Por isso, é fundamental ficar atento ao que dizem da sua marca nas principais plataformas e responder a todas interações. Além de humanizar a marca e ajudar na construção de autoridade, isso é fundamental para identificar possíveis focos de crise e resolvê-los antes que cresçam.

5. Faça anúncios

Sempre que possível, o trabalho para gerar tráfego orgânico deve ser complementado por campanhas de mídia paga, com anúncios e links patrocinados.

Esse tipo de mídia possibilita fazer anúncios extremamente segmentados. Isso significa que, graças à internet, é possível mostrá-los apenas para pessoas específicas (de acordo com dados sobre o seu público-alvo e a persona do seu negócio), o que aumenta as chances de conversão.

Todas as redes sociais possuem ferramentas para a criação de anúncios (Facebook, Instagram, YouTube, Twitter etc.), além do próprio Google. Aliás, no buscador, fazer esse trabalho é muito importante, pois os anúncios são os primeiros resultados que aparecem na página de resultados:

Para mais artigos e estratégias para se destacar com o seu comércio eletrônico, continue acompanhando o blog da Betminds e se inscreva no The Future Of E-commerce, a newsletter com conteúdos todas as segundas, terças e quintas direto no seu e-mail!

https://conteudo.betminds.ag/the-future-of-ecommerce?utm_source=blog&utm_medium=banner&utm_campaign=the_future&utm_term=marketplace-o-que-e

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin e no Instagram.

Referências (Links Externos)

¹Peregrino, F (2021). 87% dos brasileiros usam o smartphone para fazer compras pela internet. [online] Varejo S.A. Disponível em: https://cndl.org.br/varejosa/87-dos-brasileiros-usam-o-smartphone-para-fazer-compras-pela-internet/ [Acessado em 10 Ago. 2022]

²Fernanda (2016). 2 segundos para o site carregar. Valendo! [online]. Jet. Disponível em: https://jetecommerce.com.br/blog/2-segundos-para-o-site-carregar-valendo/. [Acessado em 10 Ago. 2022]

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Ações de marketing para Black Friday: 10 dicas para faturar bem

Separamos 10 ações de marketing para Black Friday para você pôr em prática no seu e-commerce.

22/9/2022

Estratégias de growth hacking para e-commerce

Esses processos giram em torno de um ciclo que se repete o número de vezes necessário para um projeto atingir os números desejados

26/9/2022

5G no e-commerce e nas relações de consumo do varejo

A nova tecnologia promete impactar uma série de outros setores da economia, interligando serviços e dispositivos e tornando as cidades mais inteligentes

20/9/2022