Podcast

Como a Tintas Darka está inovando no e-commerce

Neste episódio do Digital Commerce - O Podcast, conversamos com Caroline Sbrissia, Coordenadora de Marketing da Tintas Darka para falar sobre as particularidades do e-commerce no setor. Ouça e assista!

Navegue pelo texto

O processo de digitalização da sociedade não tem volta, e cabe às empresas de todos os setores se adaptarem a essa nova realidade. Quando falamos do varejo, a pandemia foi um grande impulsionador da transformação digital, “obrigando” muitos negócios a adiantarem sua migração para o on-line. E um desses segmentos foram os revendedores de tinta.

Para conversar sobre isso, trouxemos Caroline Sbrissia, Coordenadora de Marketing da Tintas Darka que há mais de 30 anos, atende o segmento de varejo de tintas imobiliárias, automotivas, industriais e frotas. A marca já conta com 33 lojas espalhadas por Paraná e Santa Catarina.

Veja os destaques do nosso papo!

Os maiores desafios de um e-commerce de tintas

Caroline destacou que o principal desafio são os aspectos oferecidos pela loja física que o e-commerce não pode fornecer.

Nos pontos de venda, a Darka oferece uma experiência 4.0, em que o cliente pode ver, sentir e tocar. Dentro das lojas, as pessoas podem visualizar as texturas e cores aplicadas nos ambientes decorativos, inclusive com variações de iluminação. E no e-commerce, isso não é possível.

Para contornar esse desafio, ela conta que a marca traz conteúdos que busquem emular ao máximo essa experiência dos pontos de venda. Para isso, eles utilizam vídeos, fotos, demonstração em ambientes, leque digital, simulação, entre outros. Além disso, o SAC está sempre disponível para tirar dúvidas e auxiliar na escolha.

Desafios e oportunidades da digitalização para o setor de tintas

Caroline ressalta que, tanto no varejo quanto nos grandes fabricantes do mercado, a adaptação tem sido rápida. Ela comenta que essa mudança tem se dado em todas as frentes, desde a relação das fabricantes com os revendedores, e dos varejistas com o consumidor final.

Principais mudanças e adaptações causadas pela pandemia

Considerado um setor essencial, as lojas de tinta puderam permanecer abertas durante o período de crise. Caroline conta que isso trouxe uma forte demanda, que foi combinada a um senso de urgência dos consumidores. Com mais pessoas em casa, houve uma maior pressa para realizar mudanças no lar.

Ela diz que isso impactou principalmente a questão logística da Darka, o que representa um desafio ainda maior em uma empresa cujo processo de envio é totalmente internalizado.

Além disso, houve outro fator: muitas compras possuíam um ticket médio baixo. Como a marca trabalha também com o consumidor final, há muitos pedidos de valor/quantidade baixos.

Para aliviar essa questão, Caroline conta que foi feito um grande esforço de educar os consumidores com informações detalhadas e uma venda consultiva, buscando gerar recompra e aumento do ticket médio.

A pandemia também impulsionou o "faça você mesmo", e muitas pessoas perderam o medo de colocar a mão na massa nas pequenas reformas do lar. Porém, mesmo diante da facilidade do e-commerce, Caroline conta que a preferência dos consumidores ainda é, majoritariamente, pela loja física.

Por outro lado, ela ressalta que é possível notar uma mudança no perfil. Além dos mais jovens, que é o movimento esperado, Caroline diz que o e-commerce também vem crescendo na faixa acima dos 65 anos.

Para ela, parte dessa mudança de comportamento se deve à comodidade que a loja on-line oferece: diferentes formas de pagamento, possibilidade de receber em casa ou de retirar em uma das 33 lojas etc.

Preços, promoções e estratégias no e-commerce

Caroline conta que é inevitável que a empresa consiga oferecer algumas vantagens no e-commerce em relação às lojas físicas. Segundo ela, como a operação é mais enxuta, é possível oferecer valores mais em conta, seja no produto em si ou no frete.

A Darka também trabalha com campanhas específicas para atrair pessoas para o site e promoções exclusivas. O relacionamento também é outro ponto de destaque, com a empresa atuando ativamente na relação com o cliente.

O processo logístico no setor de tintas

Caroline conta que justamente pelo fato de toda a logística ser cuidada internamente, o time está preparado e capacitado para lidar com esse tipo de produto. O resultado é um número muito baixo de avarias e danos.

Como todas as lojas físicas da Darka são próprias da marca (não são franquias), os estoque também são todos integrados, facilitando o controle. Como muitos dos pontos de venda também atuam como centros de distribuição, isso ajuda a oferecer para o cliente a opção de retirada na loja mais próxima e também à marca a saber qual a mais apropriada para enviar a cada consumidor.

Quais são os principais canais de venda do e-commerce?

A Darka investe em um grande mix de canais de venda, que inclui redes sociais como Facebook, Instagram, YouTube e TikTok, além do Google e das próprias lojas físicas.

Caroline conta que a empresa também possui um budget específico para publicidade em rádio e televisão, e até mesmo mídias mais alternativas, como painéis e carros de som (sobretudo em cidades menores).

O papel do marketing de influência

Carolina fala que a Darka trabalha com marketing de influência, fazendo parcerias com profissionais da área (pintores, decoradores, arquitetos etc.). A ideia é que eles tragam o dia a dia das obras, os bastidores, mostrando antes e depois e encorajando as pessoas a fazerem mudanças.

Assista o episódio completo

O episódio na íntegra já está no ar, então eu te convido para assisti-lo, dando play no vídeo abaixo ou para escutá-lo direto no spotify, clicando aqui!

Curtiu? Então, fique ligado no Digital Commerce - o Podcast e ouça a conversa na íntegra! Você também pode clicar aqui e conferir outros episódios.

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nós siga no linkedin, no tiktok e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Temu: Um Novo Gigante no Comércio Eletrônico

A Temu, pertencente à PDD Holdings, empresa-mãe da Pinduoduo, expandiu rapidamente sua presença, sendo frequentemente comparada com gigantes do e-commerce como Shein, Amazon e Shopee.

28/5/2024

Arezzo&Co anuncia mudança de nome para Azzas 2154 após fusão com Grupo Soma

O novo nome, Azzas 2154, faz referência ao ano 2154, utilizado pelo CEO Alexandre Birman como um lema de visão estratégica e futuro para a companhia, com o slogan ”Arezzo rumo a 2154”.

28/5/2024

VTEX Personal Shopper: O que é e como funciona

Com o aumento da demanda por personalização e atendimento exclusivo, o VTEX Personal Shopper surge como uma inovação essencial para empresas que buscam melhorar o atendimento, aumentar a conversão e reduzir custos operacionais.

24/5/2024