Trends

Betminds reúne profissionais renomados em evento sobre tendências do e-commerce, em Curitiba

Encontro marcou o primeiro aniversário do podcast ‘Digital Commerce’, com painéis e rodas de bate-papo. Mais de 100 pessoas prestigiaram o evento no Teatro Paiol.

Navegue pelo texto

Líderes de e-commerce e profissionais do setor participaram do primeiro "Digital Commerce - O Evento" nesta terça-feira (10), no Teatro Paiol, em Curitiba. Organizado
pela agência Betminds, encontro proporcionou insights sobre o futuro do comércio eletrônico no país.

Profissionais renomados do setor de varejo e indústria da capital paranaense apresentaram cases de sucesso das marcas e abordaram temas variados sobre a
temática ao longo de sete painéis. Confira abaixo!

Digital Commerce - O Evento

O evento foi realizado para celebrar o primeiro aniversário do "Digital Commerce - O Podcast”, da Betminds, com apoio da Allure Vídeos, Vitao Alimentos, Hellograf e Fundação Cultural de Curitiba. Neste primeiro ano, foram realizados 40 episódios com mais de 60 participantes. Ao todo, a estimativa é de que cerca de 15 mil pessoas tenham consumido os conteúdos em áudio da agência. Mais de cem pessoas marcaram presença, e a expectativa é alta para a próxima edição, em 2024.

Leo Tramontin, da Leo Tramontin Assessoria Criativa e Gabriel Beleze, CEO da Skelt Cosmetics Co-Founder da Creamy Skincare no palco do Digital Commerce Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Painéis permitiram trocas de experiências e debates

O evento começou tratando sobre "O Impacto da digitalização na transformação do setor de alimentos", com os convidados Leonardo Afonso, que é founder e CEO da Papapá; Rafael Hortz, gerente de marketing da Vitao Alimentos e Helton Parizotto, founder e CEO do Grupo Verde Mais.

“É um prazer poder trocar figurinhas, eu acredito que momentos como este são pílulas de crescimento. Não existe viagem perdida, se sair daqui com um insight, a gente já ganhou”, comentou Hortz.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Outro bate-papo foi sobre "O aumento de conversão e retenção com mobile e-commerce". O CCO do Kobe Apps, Fabricio Lösch, deu exemplos de como os aplicativos próprios das marcas facilitam e se destacam na hora da compra e venda. “Muitas marcas viam o app como somente mais um canal que era muito caro de ter, porque tinha que ter um corpo técnico, precisava de um desenvolvedor e uma série de outras coisas, então a gente acabou um pouco com essa necessidade de ter todo esse corpo técnico para construir um produto de fato para o cliente poder usufruir. A gente tira a necessidade desse custo operacional e entra mais no que se deve focar, que é criar marketing e campanha para o aplicativo”, comentou Lösch.

O gerente de comércio eletrônico do Balaroti, Maurício Grabowski, afirmou na palestra que investir no app potencializou as vendas, além de proporcionar proximidade ainda maior com os consumidores, devido aos benefícios especiais para o canal.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds


Para falar sobre "Growth hacking para e-commerce e lojas físicas" foram chamados André Neubauer, que é gerente de mídia de performance e growth da Lojas Daju,
e Lucas Fonseca, head de growth da Lojas Daju, além de Carlos Castilho Jr, que é partner e growth hacker da Start Growth. “Tomar cuidado com a palavra hacking, porque hoje você não consegue hackear produto, marca, o growth talvez, mas mesmo assim vai ser a curto e médio prazo. Para você ter um negócio a longo prazo, uma marca de valor, que realmente faça sentido para o seu cliente, trabalhe muito a experiência dele, ouça ele, capte informações para que as otimizações sejam sempre baseadas no cliente”, revelou Neubauer durante o painel.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Um dos painéis mais aguardados pelos profissionais do setor foi sobre "A jornada do consumidor digital". Daniel Demôro Simões, general manager Latam da MoEngage
apresentou exemplos de trajetos que o consumidor percorre desde o primeiro contato com uma marca até a compra final.

“Quem dita a regra é o consumidor, a gente tem que entender e seguir ele. O que temos que pensar é em como criar essa jornada, esse ambiente que ele se sinta bem e confortável em realizar a sua compra. Eu falo sempre que tem que ser muito claro com que propósito estamos tendo com determinada ação, por exemplo a coleta de dados. Se houver transparência, sinceridade e facilidade entre a empresa e o consumidor final, a gente consegue chegar em uma equação legal. Saber ler esses dados, transformar isso em informação e trazer insights que resultam em vendas”, explicou.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Repleto de curiosidades, o bate-papo sobre "Como o futuro das compras online são moldados pelo e-commerce, influenciadores e as inovações" gerou muitas dúvidas nos profissionais presentes no evento. Gabriel Beleze, founder e CEO do Grupo Skelt Beauty Brands, junto com Leo Tramontin, founder da Leo Tramontin Assessoria Criativa, falaram sobre os desafios para se destacar no comércio eletrônico e as vantagens de contar com o apoio de influenciadores digitais na conquista de clientes.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

“O maior desafio sempre é achar o canal de aquisição de clientes, encontrar sua máquina de venda. No meu caso aconteceu muito utilizando influenciadores, que funcionou muito bem no começo da marca. Outro desafio foi na parte de supply, pois 70% das nossas matérias-primas eram importadas, então tem que entender que o seu fornecedor nem sempre tem disponível o que você precisa, que se vender muito mais do que estava pensando você fica sem estoque por muito tempo. E obviamente é preciso tomar muita conta do cliente, no começo era eu mesmo atendendo o consumidor. A parte de logística também é um desafio, há muitos atrasos no Brasil. Então, para ter sucesso é preciso arriscar e saber enfrentar tudo isso da melhor maneira possível”, contou Beleze.

Para debater sobre "O futuro da logística reversa" foram convidados Larissa S. Angonese, que é diretora executiva da Casa Aberta Brasil, e Luciano Xavier, diretor de logística do Grupo Boticário.

Larissa Angonese da Casa Aberta Brasil Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

“Temos muitos sites, muitos tipos de clientes e em realidades diferentes, então quando a gente olha para marcas próprias existe um cuidado com os produtos e do processo de envio para que a gente não tenha uma necessidade de reversa. Esse é o principal foco, que a gente não precise de logística reversa, que chegue o produto da melhor forma possível para o consumidor e que ele tenha uma experiencia de que aquilo que ele comprou no site seja exatamente aquilo que ele está recebendo. Mas, caso precise realizar a reversa, o ideal é facilitar para o consumidor, ter pontos de coleta fáceis e próximos. E, claro, fazer a troca rápida, devolver o dinheiro, oferecer um cupom, enfim, não perder o cliente por insatisfação ou erro”, disse Xavier.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Finalizando o primeiro evento da Betminds, a gerente de estratégia Omnichannel e-commerce do Grupo Boticário, Renata Beltrami Miola, explicou "Como usar o poder da experiência omnichannel a favor do negócio". “Sem o e-commerce a gente perderia muito da entrega da experiência para o consumidor, porque o nosso e-commerce hoje além de ter um papel de gerar receita, ele é um ramo de conteúdo muito importante, de contato do nosso consumidor com a marca, onde a gente consegue abrir um diálogo mais próximo. O e-commerce é um ponto de conexão com os demais canais”, afirmou ela.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Insights e networking

A primeira edição do Digital Commerce proporcionou conexões, compartilhamento de ideias e troca de experiências. Profissionais do setor que participaram do evento
exaltaram a qualidade dos conteúdos e esperam pela segunda edição em 2024.

Daniel Grünhagen, proprietário de uma agência de marketing focada em e-commerce, pontuou que encontros similares são organizados somente no eixo Rio-São Paulo, portanto vivenciar o evento da Betminds em Curitiba foi fundamental para fomentar o networking entre colegas de profissão e empresários, além de discutir sobre estratégias de diferentes nichos e categorias.

“Na minha agência construímos ambientes digitais, integração de sistemas de ERP, loja virtual, marketingplace e big data. Estar aqui hoje em meio à comunidade de e-
commerce de Curitiba é superimportante, absorvi novos conhecimentos que realmente farão a diferença”.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

O analista de e-commerce do Grupo MiniPreço, Maykel de Freitas, afirmou que o evento agregou muito conhecimento na área em que atua e que pretende levar o que aprendeu para a empresa.“Cuido da parte de análise de e-commerce no site, performance, e o evento me deu algumas ideias para nosso desenvolvimento, em como conseguir trazer novas experiências para área dentro da minipreço. Me interessei muito pelo painel sobre growth hacking, que é um tema que eu não conhecia”, disse.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Emily Margarida é analista de marketplace da Moncloa, marca de chás e infusões, além de autocuidado e aromaterapia. Segundo ela, estar em um ambiente com tantos profissionais do setor compartilhando ideias foi enriquecedor. “Gostei muito dos painéis que falaram sobre o cruzamento de dados para conseguir ter uma melhor experiência com o cliente e quando os líderes trouxeram ideias que alinham tanto o digital quanto o físico, pois como faço parte de uma marca que também possui lojas físicas, faz sentido ter essa visão um pouco mais holística do negócio”, disse.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

O sucesso do ‘Digital Commerce’

Tk Santos, CMO da Betminds e host do podcast, revelou que o objetivo principal da curadoria de conteúdo feita para o evento deste ano era para trazer líderes que compartilhassem ações práticas e possíveis de executar em qualquer tipo de e-commerce. “Seja ele grande ou pequeno, em qualquer setor, queríamos trazer coisas reais para que o público já saísse pronto para levar insights para o seu time, sua empresa, e acredito que isso conseguimos atingir”.

Tk ainda destacou que o mais gratificante de tudo foi ver a comunidade de comércio eletrônico de Curitiba reunida, líderes de grandes marcas, os clientes, os amigos, os
parceiros, não só compartilhando insights e estratégias valiosas, mas também estreitando laços e construindo uma rede sólida de apoio mútuo.

“A conexão, a troca de conhecimentos e a sinergia que percebi no Teatro do Paiol me fazem acreditar que estamos, juntos, pavimentando um caminho próspero e inovador para o setor no Paraná. Estou honrada e extremamente feliz por ter sido parte desta incrível jornada e, claro, também já estou ansiosa para as próximas edições, onde continuaremos a fortalecer, inovar e elevar o e-commerce de Curitiba e região a novos patamares de sucesso e reconhecimento. Muito obrigada a todos que tornaram este evento um marco memorável”.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Rafael Dittrich, fundador e growth hacker da Betminds, e também co-host do podcast, garante que, devido ao sucesso do evento, ano que vem realizarão a segunda edição na capital, buscando ainda mais qualidade nos conteúdos e apresentando mais novidades sobre setor para os profissionais.

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds


“Foi sensacional o evento, atendeu super as expectativas, o conteúdo estava extremamente rico. Foi melhor do que a gente esperava e, claro, 2024 tem mais. Temos que planejar outras coisas, a gente pretende começar a fazer o podcast em São Paulo também, porque aqui da região a gente já trouxe quase todas as
marcas”, finalizou.

Confira mais algumas fotos do evento!

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds
Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds
Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds
Foto: Luiz Renato Corrêa/Betminds

Confira o vídeo de abertura do #Dgco2023

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no linkedin, no tiktok e no Instagram

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

VTEX Vision Spring '24: Confira todas as novidades da plataforma

Neste ano, a empresa revelou uma série de novidades focadas em AI, novas soluções de produto, e melhorias significativas na plataforma. Vamos conferir?

24/5/2024

Certificação de patentes também é necessário para garantir segurança digital de e-commerces

Repetição de domínios sem suporte legal pode tirar sites do ar e impedir vendas na internet

24/5/2024

A profissão que poderá gerar 90 mil vagas de emprego por ano no Brasil e não é do setor de tecnologia!

Professor da Strong Business School prevê alta demanda de profissionais nos próximos anos. Saiba mais!

21/5/2024