Estratégias

Benchmarking no e-commerce

Para implementar o benchmarking de maneira efetiva, é essencial compreender os diferentes tipos e escolher aqueles que mais se alinham com as necessidades e objetivos do seu e-commerce. Confira os tipos principais!

Navegue pelo texto

O benchmarking no comércio eletrônico é uma prática de comparação sistemática que permite a uma empresa avaliar suas operações em relação aos padrões estabelecidos pelo mercado e pelos concorrentes. Essa abordagem estratégica é particularmente valiosa no e-commerce, oferecendo um marco para a identificação de oportunidades de crescimento e de melhorias em processos.

A realização do benchmarking é decisiva para qualquer e-commerce que busca não apenas sobreviver, mas se destacar em um cenário cada vez mais saturado de vendedores online.

Entre os benefícios obtidos com essa prática estão a descoberta de novas tecnologias e tendências de mercado, otimização de custos, adaptação rápida às mudanças do mercado e aprimoramento da imagem corporativa.

Como implementar o benchmarking no seu e-commerce

Para implementar o benchmarking de maneira efetiva, é essencial compreender os diferentes tipos e escolher aqueles que mais se alinham com as necessidades e objetivos do seu e-commerce. Estes são os tipos principais:

Benchmarking Competitivo: Este tipo foca na comparação direta com concorrentes para identificar pontos fortes e fracos. Utiliza-se métricas como taxas de conversão, preços, diversidade de produtos e feedbacks dos clientes. A análise deve ser conduzida de maneira ética, com dados públicos e confiáveis.

Benchmarking de Processos: Visa melhorar procedimentos internos por meio da observação de empresas reconhecidas por sua excelência em áreas específicas, como vendas ou logística.

Benchmarking Genérico: Aborda estratégias de sucesso de empresas de segmentos distintos, visando inspirar inovações e melhorias mesmo fora do ambiente direto de concorrência.

Para aplicar o benchmarking no seu negócio digital, selecione concorrentes relevantes para comparação e defina claramente quais métricas e processos serão analisados. A partir da coleta e análise de dados, será possível identificar áreas de melhoria ou pontos fortes que devem ser mantidos e potencializados.

A realização dessa estratégia pode ser feita por meio de estudos de mercado, visitas técnicas, entrevistas com experts, pesquisas online e participação em grupos de discussão que promovam o compartilhamento de conhecimentos e práticas eficientes.

Como Integrar Insights de Benchmarking em sua Estratégia de E-commerce?

A integração efetiva dos dados de benchmarking na estratégia de negócios do e-commerce é um passo crucial para transformar insights em resultados tangíveis. Aqui estão algumas maneiras de fazer isso:

1. Ajuste na Oferta de Produtos:

  • Análise de Sortimento e Preços: Use os dados coletados para entender os produtos mais populares e lucrativos no seu nicho. Se os concorrentes estão obtendo sucesso com certos produtos, considere adicionar itens semelhantes ou complementares ao seu catálogo.
  • Gestão de Estoque: Identifique padrões de demanda e faça ajustes de estoque com base na popularidade dos produtos entre os concorrentes. Isso ajuda a otimizar o capital de giro e reduzir o excesso ou falta de estoque.

2. Refinamento da Estratégia de Marketing:

  • Campanhas e Promoções: Analise as campanhas de marketing bem-sucedidas dos concorrentes. Adapte abordagens semelhantes ao seu público, considerando promoções, descontos ou campanhas temáticas que demonstraram ser eficazes.
  • SEO e Conteúdo: Com base nas palavras-chave e no tipo de conteúdo que funcionam bem para os concorrentes, refine sua estratégia de SEO e marketing de conteúdo. Isso pode incluir a criação de blogs, vídeos ou infográficos que abordam tópicos relevantes para o seu público.

3. Melhoria da Experiência do Cliente:

  • Interface do Usuário e Usabilidade do Site: Use os insights para aprimorar a experiência do usuário em seu e-commerce. Isso pode incluir melhorias na navegação do site, no processo de checkout ou na apresentação visual dos produtos.
  • Atendimento ao Cliente: Implemente melhores práticas de atendimento ao cliente observadas nos concorrentes. Isso pode envolver tempos de resposta mais rápidos, opções de atendimento multicanal, ou uma abordagem mais personalizada no suporte ao cliente.

4. Adoção de Novas Tecnologias:

  • Ferramentas e Plataformas: Identifique quais tecnologias ou plataformas estão sendo utilizadas com sucesso pelos concorrentes. Avalie a viabilidade de integrar ferramentas semelhantes em seu negócio para melhorar a eficiência operacional ou a experiência do cliente.

5. Análise Contínua e Ajuste de Estratégias:

  • Avaliação Periódica: O benchmarking não deve ser uma atividade única, mas um processo contínuo. Reavalie regularmente sua posição no mercado e faça ajustes conforme necessário para manter a competitividade e atender às mudanças nas preferências dos consumidores.

Integrar os dados de benchmarking na estratégia de negócios de uma maneira holística e ponderada pode significar a diferença entre simplesmente acompanhar as tendências do mercado e se posicionar como líder inovador no e-commerce. Abaixo algumas ferramentas que podem te auxiliar nisso:

7 Ferramentas para Benchmarking

1.SEMrush

O SEMrush oferece recursos avançados para análise competitiva no e-commerce, destacando-se na identificação de concorrentes com base em palavras-chave comuns. Por exemplo, suponha que você administre uma loja online de cosméticos; com o SEMrush, é possível visualizar quais outros sites do mesmo segmento estão disputando as mesmas palavras-chave que você, como "creme facial orgânico". Isso abre uma janela de insights sobre as estratégias de SEO de seus concorrentes.

Utilizando a ferramenta, você pode conferir as palavras-chave específicas que estão direcionando tráfego significativo para seus concorrentes. Identificar uma palavra-chave como "creme facial orgânico" que esteja gerando tráfego relevante para um concorrente pode ser um sinal para você realinhar sua estratégia de conteúdo ou palavras-chave de anúncios pagos, potencializando assim a visibilidade do seu e-commerce nesse nicho.

Além disso, o SEMrush proporciona uma análise detalhada do perfil de backlinks dos concorrentes. Ao entender as fontes dos backlinks deles, você ganha insights valiosos sobre oportunidades de construção de links para o seu próprio site, descobrindo, por exemplo, blogs de beleza e sites relacionados aos quais se aproximar para parcerias ou conteúdo patrocinado. Essas informações são fundamentais para refinar sua estratégia de SEO e aprimorar o alcance orgânico do seu e-commerce.

2.Google Analytics

O Google Analytics oferece uma visão detalhada do comportamento dos visitantes no seu site. Você pode analisar, por exemplo, em que ponto os usuários estão abandonando o carrinho de compras, o que pode indicar problemas na experiência de checkout.

Analise de onde vem o seu tráfego (mídias sociais, busca orgânica, referências diretas) e compare com as tendências do setor. Se a maior parte do seu tráfego vem das buscas orgânicas, mas seus concorrentes obtêm melhores resultados com as redes sociais, pode ser um sinal para ajustar sua estratégia de marketing.

Verifique também quais páginas do seu site têm melhor desempenho e compare com conteúdos semelhantes dos concorrentes. Por exemplo, se a página de um determinado produto tem uma alta taxa de rejeição, pode ser necessário melhorar a descrição do produto ou as imagens.

3.Google Trends:

Com o Google Trends, você ganha uma visão ampla das tendências de mercado pertinentes ao seu segmento. Vamos imaginar que você note um crescente interesse por "moda sustentável". Esta informação sinaliza uma excelente oportunidade para expandir seu catálogo de e-commerce com produtos que atendam a essa demanda emergente. Ao alinhar sua oferta de produtos com as tendências de busca, você se posiciona estrategicamente para atender as necessidades atuais dos consumidores.

O Google Trends também é uma ferramenta poderosa para comparar o interesse do público em diferentes categorias ao longo do tempo. Por exemplo, ao avaliar "smartphones" contra "tablets", você pode discernir qual categoria está mais em voga e adaptar seu portfólio e estratégias de marketing de acordo. Essa análise de tendências pode orientar decisões de estoque e promoções, assegurando que você esteja capitalizando nas categorias de produtos mais populares em determinado momento.

Além disso, o Google Trends é extremamente útil para identificar padrões sazonais em produtos específicos, permitindo planejar com antecedência o estoque e as campanhas de marketing. Se o seu e-commerce vende equipamentos esportivos, por exemplo, você pode monitorar as tendências para prever quando intensificar a promoção de itens de esqui ou de natação, alinhando suas ofertas com as estações do ano. Essa antecipação sazonal ajuda a maximizar as vendas em períodos de alta demanda e a manter um fluxo de estoque eficiente.

4 BuzzSumo

Com o BuzzSumo, você pode fazer uma análise aprofundada dos conteúdos mais eficazes no seu segmento de mercado. Imagine, por exemplo, que você percebe uma tendência de guias completos e informativos dominando os sites dos seus concorrentes. Esta observação sugere que desenvolver conteúdos similares, mas com seu toque único e valor agregado, pode ser uma estratégia inteligente para atrair e engajar seu público-alvo. Esse tipo de análise de conteúdo permite que você não apenas acompanhe, mas também supere a concorrência ao oferecer materiais mais relevantes e atraentes.

Além disso, o BuzzSumo é uma ferramenta crucial para localizar influenciadores que podem amplificar o alcance da sua marca. Por exemplo, se o seu e-commerce foca em produtos de beleza, o BuzzSumo pode ajudar a identificar blogueiros e influenciadores de beleza que possuem alta taxa de engajamento com o público. Estabelecer parcerias com esses influenciadores permite que você alcance audiências mais amplas e relevantes, aumentando a visibilidade dos seus produtos e fortalecendo a presença online do seu e-commerce. Essa estratégia é particularmente eficaz para impulsionar vendas e construir uma imagem de marca forte e confiável no mercado digital.

5 SimilarWeb

Você pode usar o SimilarWeb para realizar uma comparação detalhada entre o tráfego do seu site e o de seus concorrentes, visando uma compreensão aprofundada do seu posicionamento no mercado. Por exemplo, se observar um salto notável no tráfego de um concorrente, explore as razões por trás desse crescimento. Pode ser uma campanha de marketing bem-sucedida, uma mudança de estratégia SEO ou um novo lançamento de produto. Compreender esses fatores pode fornecer insights valiosos para aprimorar suas próprias estratégias.

Além disso, ao analisar as fontes de tráfego dos seus concorrentes, você pode descobrir canais de aquisição de clientes ainda não explorados por seu e-commerce. Por exemplo, se notar que um concorrente está obtendo um tráfego significativo de uma plataforma de mídia social específica ou de parcerias com influenciadores, pode considerar essas abordagens para sua estratégia de marketing. Essa análise permite não apenas identificar novas oportunidades de crescimento, mas também ajustar e otimizar suas campanhas para atrair e reter um público mais amplo e engajado.

5. SpyFu

Utilize o SpyFu para explorar as palavras-chave de PPC que seus concorrentes estão empregando e avaliar a eficácia dessas campanhas. Isso pode proporcionar uma perspectiva valiosa para otimizar suas estratégias de anúncios pagos. Por exemplo, ao descobrir que um concorrente tem grande sucesso com uma determinada palavra-chave, você pode adaptar suas campanhas para incluir termos similares ou complementares, visando captar uma parte desse tráfego.

Além disso, ao analisar os anúncios dos concorrentes através do SpyFu, você pode obter insights sobre suas abordagens de marketing e identificar áreas onde suas próprias campanhas podem ser aprimoradas. Isso inclui compreender os apelos emocionais ou ofertas específicas que eles estão usando para atrair clientes. Por exemplo, se um concorrente está tendo sucesso com anúncios que destacam promoções ou garantias exclusivas, considere incorporar esses elementos nas suas próprias campanhas para aumentar o engajamento e a conversão.

6. Ahrefs

Aproveite o Ahrefs para analisar detalhadamente o perfil de backlinks dos seus concorrentes e identificar padrões ou fontes de links que podem ser aplicáveis ao seu site. Por exemplo, se você notar que um concorrente tem muitos backlinks de blogs em um nicho específico, pode ser uma oportunidade para você também estabelecer parcerias com esses blogs ou criar conteúdo que possa ser destacado por eles.

Além disso, o Ahrefs é uma ferramenta eficiente para descobrir novas palavras-chave que estão direcionando tráfego significativo para os sites dos concorrentes, mas que ainda não foram exploradas por você. Isso inclui termos de nicho ou variações de palavras-chave que você pode não ter considerado anteriormente.

Por exemplo, se um concorrente está se destacando com variações de longa cauda de uma palavra-chave popular, essa pode ser uma indicação de que você deve incorporar essas variações em seu conteúdo ou estratégia de SEO para atrair um público semelhante.

6.Moz

Realize auditorias regulares de SEO no seu site com o Moz para garantir que você esteja em conformidade com as melhores práticas e possa competir efetivamente nos motores de busca. Por exemplo, se a auditoria revelar problemas técnicos, como links quebrados ou páginas com carregamento lento, você pode corrigi-los para melhorar a experiência do usuário e potencializar a classificação do site nos motores de busca.

Além disso, o Moz permite monitorar as posições do seu site para palavras-chave cruciais e compará-las com as de seus concorrentes. Isso fornece insights valiosos sobre as estratégias deles e indica áreas nas quais você pode otimizar suas próprias páginas. Por exemplo, se você perceber que um concorrente está consistentemente se classificando melhor para uma palavra-chave específica, analise o conteúdo deles para entender o que pode ser adaptado e melhorado em seu próprio site.

7.Hotjar

O Hotjar é uma ferramenta excepcional para compreender como os visitantes interagem com seu e-commerce, essencial para aprimorar estratégias de benchmarking. Com o Hotjar, você tem acesso a heatmaps, gravações de sessões e feedbacks diretos dos usuários, o que ajuda a identificar padrões e áreas de melhoria em seu site.

Imagine que você está analisando seu principal concorrente e percebe que eles têm uma taxa de conversão significativamente mais alta. Com o Hotjar, você pode explorar como os usuários navegam em seu próprio site, identificando onde eles enfrentam dificuldades ou desistem do processo de compra. Os heatmaps mostrarão as áreas mais clicadas e as seções que recebem menos atenção, o que pode indicar a necessidade de reestruturar o layout da página ou melhorar elementos de design.

Além disso, as gravações de sessões revelam a jornada do usuário em tempo real, permitindo que você observe pontos de fricção e abandono. Essa análise detalhada ajuda a entender o comportamento do usuário e aprimorar a experiência do site, visando alcançar ou superar o desempenho do concorrente.

O feedback dos usuários, por sua vez, fornece insights diretos sobre o que os clientes gostam ou desejam ver melhorado. Essa informação é inestimável para realizar ajustes pontuais que podem aumentar a satisfação do cliente e a conversão de vendas. Ao combinar essas análises com as informações obtidas de outras ferramentas de benchmarking, você pode criar estratégias mais informadas e eficientes para o seu e-commerce.

8. Biblioteca de Anúncios do Facebook

A Biblioteca de Anúncios do Facebook é uma ferramenta poderosa para estratégias de benchmarking em e-commerce, oferecendo um vislumbre detalhado das estratégias publicitárias dos concorrentes. Acesse-a para explorar as campanhas publicitárias ativas e passadas dos seus concorrentes. Ao observar essas campanhas, você obtém insights sobre várias dimensões da abordagem de marketing deles.

Por exemplo, ao revisar os anúncios de um concorrente, você pode identificar quais produtos eles estão promovendo mais intensamente. Isso pode indicar as tendências atuais do mercado ou os produtos mais populares. A análise das imagens, vídeos e cópias utilizadas nos anúncios revela os apelos emocionais e os gatilhos de compra que o concorrente está empregando. Esses elementos podem inspirar suas próprias campanhas ou ajudar a identificar lacunas em sua abordagem.

Além disso, a Biblioteca de Anúncios oferece a oportunidade de estudar a frequência e o cronograma de lançamento de novas campanhas. Compreender os padrões temporais dos anúncios dos concorrentes pode ajudar na programação das suas próprias campanhas, permitindo que você se posicione estrategicamente durante períodos de alto tráfego ou eventos sazonais.

Outro aspecto útil é a análise da segmentação de público-alvo. Embora a Biblioteca de Anúncios do Facebook não revele dados específicos de segmentação, você pode deduzir o público-alvo com base no estilo e na linguagem dos anúncios. Isso pode informar se você está atingindo segmentos de mercado semelhantes ou negligenciando grupos potenciais de clientes.

Ao aplicar esses insights, você não só melhora suas próprias campanhas publicitárias, mas também adquire uma compreensão mais profunda das táticas do mercado e das preferências dos consumidores, o que é vital para manter a competitividade no ambiente dinâmico do e-commerce.

9. Google Alerts

O Google Alerts é uma ferramenta extremamente útil para estratégias de benchmarking no e-commerce, principalmente por fornecer atualizações em tempo real sobre o que está acontecendo no seu setor, com seus concorrentes e com palavras-chave relevantes. Aqui estão algumas maneiras de como você pode usar o Google Alerts efetivamente para sua estratégia de benchmarking:

  • Monitoramento da Concorrência: Configure alertas para o nome dos seus concorrentes. Isso te manterá informado sobre qualquer menção deles na mídia, lançamentos de novos produtos, mudanças de estratégia, ou até crises que eles podem estar enfrentando. Usando essas informações, você pode adaptar suas estratégias ou aprender com os erros e sucessos deles.
  • Tendências de Mercado e Insights do Setor: Criar alertas para palavras-chave relacionadas ao seu setor pode te ajudar a ficar por dentro das últimas notícias, tendências e pesquisas de mercado. Isso é crucial para entender a direção em que o mercado está indo e como você pode ajustar seu e-commerce para atender a essas novas tendências.
  • Reputação da Marca: Configure alertas para o nome da sua própria marca. Isso permite que você acompanhe o que está sendo dito sobre sua empresa na internet, possibilitando responder rapidamente a feedbacks negativos ou aproveitar os positivos para promoções.
  • Desenvolvimento de Conteúdo: Acompanhando tópicos relevantes e tendências em seu setor, você pode gerar ideias para conteúdo de blog, redes sociais ou campanhas de marketing. Essas informações podem te ajudar a criar conteúdo que ressoe com seu público-alvo e aborde seus interesses e preocupações atuais.
  • Oportunidades de Parcerias e Link Building: Ao monitorar influenciadores e sites importantes em seu nicho, você pode identificar oportunidades para parcerias, guest blogging ou outras estratégias de link building que podem aumentar sua visibilidade e autoridade online.

O Google Alerts é uma ferramenta gratuita e fácil de usar, que te ajuda a permanecer proativo e informado, aspectos fundamentais para o sucesso em um ambiente de e-commerce competitivo.

10. Networking e eventos e Pesquisas de mercado

Networking e eventos, junto com pesquisas de mercado, são componentes fundamentais para estratégias de benchmarking no e-commerce. Participar de eventos do setor, como conferências, webinars e feiras, proporciona uma oportunidade inestimável de se conectar com outros profissionais, ganhar insights sobre tendências emergentes e aprender diretamente com líderes e influenciadores do mercado.

Ao interagir com outros participantes, você obtém conhecimento prático e real sobre estratégias de sucesso, desafios comuns e soluções inovadoras. Esses encontros podem ser terrenos férteis para parcerias estratégicas, aquisição de novos clientes e até mesmo para se manter atualizado sobre os avanços tecnológicos e melhores práticas da indústria.

Dica Extra

Uma ferramenta menos convencional, mas extremamente valiosa para benchmarking no e-commerce, é a análise de dados de atendimento ao cliente. Essa abordagem envolve avaliar como os concorrentes lidam com o atendimento ao cliente, incluindo velocidade de resposta, canais de comunicação utilizados, qualidade das respostas e estratégias de fidelização.

Para realizar essa análise, você pode usar métodos indiretos, como observar as avaliações e feedbacks dos clientes nas redes sociais, fóruns online e sites de avaliação. Ferramentas de monitoramento de redes sociais, podem ser úteis para rastrear o que está sendo dito sobre os concorrentes e suas práticas de atendimento ao cliente.

Outra abordagem é experimentar diretamente o atendimento ao cliente dos seus concorrentes, fazendo perguntas ou solicitando suporte através de seus canais de atendimento. Essa experiência de "cliente secreto" pode revelar insights valiosos sobre as práticas de atendimento e relacionamento com o cliente que você pode adaptar ou melhorar em sua própria empresa.

Essa estratégia pode ajudar a entender melhor o padrão de atendimento do setor, identificar melhores práticas e descobrir áreas onde sua empresa pode se diferenciar ou melhorar para oferecer uma experiência superior ao cliente.

Evitando Armadilhas no Benchmarking

No processo de benchmarking no e-commerce, é essencial não apenas coletar dados, mas também interpretá-los com sabedoria. Uma armadilha comum é a dependência excessiva de dados quantitativos, sem considerar as nuances e o contexto único do seu negócio.

Para garantir que seu benchmarking seja eficaz e traga resultados reais, considere as seguintes recomendações:

  • Contextualize os Dados: Sempre que analisar os dados de concorrentes, lembre-se de que cada negócio é único. O que funciona para um concorrente pode não ser aplicável para o seu e-commerce devido a diferenças em público-alvo, posicionamento de mercado, ou recursos disponíveis.
  • Equilíbrio entre Quantitativo e Qualitativo: Embora os dados quantitativos sejam importantes, eles não contam toda a história. Equilibre-os com informações qualitativas, como feedback de clientes e análises de tendências de mercado, para obter uma visão mais holística.
  • Adaptação e Inovação: Use os insights do benchmarking para inspirar melhorias e inovações, em vez de simplesmente copiar o que os outros estão fazendo. Isto é crucial para manter a singularidade e a vantagem competitiva do seu e-commerce.
  • Mantenha-se Atualizado: O e-commerce é um campo em rápida evolução. As práticas que eram eficazes ontem podem não ser mais hoje. Mantenha-se atualizado sobre as tendências e ajuste suas estratégias de benchmarking regularmente.
  • Considere as Diferenças Culturais e Regionais: Se estiver fazendo benchmarking de empresas em diferentes regiões ou países, leve em conta as diferenças culturais e de mercado. O que é bem-sucedido em um local pode não ser em outro.
  • Evite o "Paralisia por Análise": Embora seja importante analisar os dados cuidadosamente, evite ficar tão imerso na análise a ponto de atrasar a tomada de ações. O objetivo do benchmarking é melhorar e crescer, não apenas coletar dados.

Incorporando essas práticas no seu processo de benchmarking, você pode evitar as armadilhas comuns e garantir que as informações coletadas sejam usadas de forma estratégica e eficaz para impulsionar o crescimento do seu e-commerce.

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para a sua empresa e melhorar as suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no linkedin, no tiktok e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

VTEX Pick and Pack: Como expandir sua operação omnichannel

Desenvolvida pela VTEX, essa ferramenta é projetada para otimizar todas as etapas da logística de pedidos, desde a coleta até a entrega final. Saiba mais!

23/4/2024

FastStore: A Solução VTEX para Construir Lojas Virtuais de Alto Desempenho

Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é o FastStore, suas principais características, vantagens e como ele pode transformar o desempenho do seu e-commerce. Confira!

23/4/2024

Como criar parcerias estratégicas para vender mais com o Digital

Neste episódio do Digital Commerce, conversamos com Mariana Ponzini de Azevedo, da Red Bull, sobre gestão de pessoas e estratégias de e-commerce para a indústria.

23/4/2024