Trends

84% do varejo ainda não utiliza Inteligência Artificial

A pesquisa, que envolveu varejistas de diferentes segmentos, incluindo moda, farmácias, automotivo e alimentício, destacou que somente 16%, está utilizando IA para otimizar operações.

Navegue pelo texto

Um estudo recente conduzido pela Linx, empresa líder em soluções tecnológicas para o varejo, revelou um panorama surpreendente: 84% dos varejistas ainda não implementaram soluções de Inteligência Artificial (IA) em suas operações.

A pesquisa, que envolveu mais de 300 varejistas de diferentes segmentos, incluindo moda, farmácias, automotivo e alimentício, destacou que somente uma pequena fração, 16%, está utilizando IA para otimizar operações, aprimorar vendas e atendimento, e gerenciar estratégias de negócios de forma mais eficiente.

Este cenário evidencia um vasto campo inexplorado e oportunidades promissoras para os varejistas que adotarem a IA.

“Estamos diante de uma janela de oportunidade única para os negócios que incorporam Inteligência Artificial se diferenciarem no mercado”, observa Tiago Mello, CMO da Linx.

O estudo aponta ainda que as principais aplicações de IA já em uso no varejo incluem a melhoria do atendimento ao cliente, por meio de ferramentas como chatbots, e a geração automatizada de relatórios e comunicações.

Entre os varejistas que ainda não adotaram a IA, a falta de conhecimento sobre o tema e limitações de investimento em tecnologia são as principais barreiras. Contudo, com a tecnologia se tornando mais acessível e fácil de usar, cresce o potencial para sua adoção mais ampla.

"A resistência do setor em aderir às inovações tecnológicas sinaliza um campo fértil para os profissionais que buscam expandir suas operações. Estamos em um ponto crucial para o varejo no Brasil, onde acompanhar as tendências e investir em tecnologia pode significar uma vantagem competitiva significativa", acrescenta Mello.

Este levantamento da Linx, focado em uma ampla gama de varejistas de pequeno a grande porte, sublinha a necessidade de uma maior conscientização e investimento em tecnologias emergentes como a IA, que podem transformar o panorama do varejo moderno.

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para a sua empresa e melhorar as suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe também a Betminds nas redes sociais: nos siga no linkedin, no tiktok e no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Temu: Um Novo Gigante no Comércio Eletrônico

A Temu, pertencente à PDD Holdings, empresa-mãe da Pinduoduo, expandiu rapidamente sua presença, sendo frequentemente comparada com gigantes do e-commerce como Shein, Amazon e Shopee.

28/5/2024

Arezzo&Co anuncia mudança de nome para Azzas 2154 após fusão com Grupo Soma

O novo nome, Azzas 2154, faz referência ao ano 2154, utilizado pelo CEO Alexandre Birman como um lema de visão estratégica e futuro para a companhia, com o slogan ”Arezzo rumo a 2154”.

28/5/2024

VTEX Personal Shopper: O que é e como funciona

Com o aumento da demanda por personalização e atendimento exclusivo, o VTEX Personal Shopper surge como uma inovação essencial para empresas que buscam melhorar o atendimento, aumentar a conversão e reduzir custos operacionais.

24/5/2024