Marketing Digital

Principais Ferramentas do Google e como elas podem potenciar a estratégia digital dos seus clientes

Importantes aliadas do marketing, as ferramentas do Google oferecem uma série de funcionalidades e possibilidades.

Separamos 7 das principais ferramentas da empresa para você utilizar nas suas campanhas digitais. Acompanhe!

Ferramenta de busca

O Google é praticamente onipresente nas nossas vidas. Afinal, é o buscador padrão da maioria dos smartphones e navegadores web. Para se ter uma ideia, um levantamento já antigo mostrava que o Google representava quase 94% das pesquisas realizadas no País. É de se esperar que tenha crescido ainda mais.

A ferramenta de busca do Google é fundamental para a definição das palavras-chave que o negócio vai explorar nos seus conteúdos e anúncios. Esses termos são o cerne da estratégia de SEO, que coloca a empresa nas primeiras posições para o resultado de uma busca no Google, o que é importantíssimo para que ela seja encontrada por mais consumidores.

Rede de Pesquisa

Os usuários do Google buscam por informações, serviços e produtos de uma determinada forma. Na hora de criar anúncios (aqueles que aparecem na parte de cima e na lateral da página de resultados), o desafio é descobrir quais são essas palavras-chave e utilizá-las nas suas campanhas.

É importante que sejam específicas e focadas, para evitar que gerem impressões negativas, isto é, que sejam exibidas em pesquisas com as quais não têm relação.

Rede de Display

A Rede de Display é um conjunto de sites, blogs e apps onde seus anúncios podem ser exibidos. Além de uma infinidade de parceiros, essas campanhas poderão aparecer no Gmail e no Youtube, ampliando ainda mais seu alcance. Os anúncios exibidos na Rede de Display podem ser tanto em texto quanto em banners dos mais diversos tipos - desde os estáticos àqueles que têm movimento.

Um dos maiores desafios do uso dessa ferramenta é sua vastidão. Isso faz com que o trabalho de segmentação do público tenha que ser muito bem feito para que a campanha alcance bons resultados. Felizmente, é possível escolher entre diversas formas de segmentação, como por contexto, assuntos e interesses.

Youtube

Após a aquisição pela empresa, o Youtube cresceu tanto que hoje já é o segundo maior buscador da internet, atrás apenas do próprio Google. Por si só, isso já seria o suficiente para demonstrar a importância da plataforma de vídeos nas campanhas digitais. Porém, o Youtube é mais do que um buscador.

O site é um dos principais canais de informação utilizado por pessoas de todos os backgrounds e interesses. Assim como na Rede de Display, é possível segmentar as campanhas no Youtube para atingir o público certo. E isso por ser feito de diversas formas, seja por palavras-chave, tópicos, características, interesses ou até mesmo escolher canais específicos.

Embora a plataforma conte com banners em diferentes partes, o diferencial do Youtube é, claro, o fato de exibir anúncios em vídeo, aqueles que aparecem antes ou no meio do conteúdo e que podemos pular depois de 5 segundos.

Aliás, essa característica não pode sair da cabeça de quem está fazendo a campanha: é preciso conquistar a atenção do usuário nesses 5 primeiros segundos em que a visualização é obrigatória.

Google Shopping

O Google Shopping nada mais é do que o comparador de preços da empresa. Aliás, se você já pesquisou por um produto no Google, você deve ter reparado que ele faz parte da Rede de Pesquisa; são os itens que aparecem, com preço, foto e site, antes mesmo dos resultados da pesquisa.

Assim como o Buscapé/Zoom tem sua importância para lojas virtuais, cada vez mais o Google Shopping se torna fundamental para quem quer vender mais. Com poucos cliques, o usuário visualiza o produto e em quais lojas ele está disponível. Além disso, pode conferir a descrição do item sem nem ao menos entrar no site.

Outro diferencial importante é que ele mostra produtos anunciados no Mercado Livre. Ou seja, é uma ferramenta completíssima.

Google Analytics

O Google Analytics é uma das ferramentas mais poderosas da empresa - e totalmente gratuita. Trata-se de um recurso para analisar os dados de um site ou blog, fornecendo informações sobre os visitantes e, a partir dela, permitindo analisar melhor como eles estão interagindo com a página, de onde vieram, entre outros.

Com os relatórios do analytics, é possível encontrar ótimas oportunidades para potencializar o negócio. Afinal, com essa ferramenta você consegue conhecer melhor o seu público, aumentar o seu engajamento e otimizar a taxa de conversão.

Algumas das informações que você pode obter com o Google Analytics são:

  • Aquisição: origem do tráfego e forma como os usuários chegaram até o site (busca orgânica, anúncios, redes sociais etc.);
  • Comportamento: quais as páginas que os usuários acessam, por quais entraram, por quais deixaram o site etc.;
  • Conversões: dados sobre as metas do sites, como transações, visualizações, preenchimento de formulários, entre outros;
  • Público-alvo: quantidade de visitas e dados dos usuários, como idade, sexo, localização etc.).

Google Tag Manager

Como o nome sugere, o Google Tag Manager é um gerenciador de tags. Existem diversas ferramentas do Google, como Ads e Analytics, que trabalham por meio da inserção de tags de acompanhamento nas páginas. O grande problema é que a tarefa de inserir essas tags fica a cargo do programador do site.

Pensando em facilitar essa atividade, o Google Tag Manager permite ao usuário adicionar um código único em todas as suas páginas, além de configurar as demais tags dentro da própria ferramenta.

Google Data Studio

O Google Data Studio é uma ferramenta de Business Intelligence voltada para a criação de dashboards. Com esse recurso, você pode criar painéis personalizados, responsivos e interativos a partir de templates. Além disso, ele conta com diversos elementos que podem ser adicionados, como mapas, gráficos e tabelas.

O grande trunfo do Google Data Studio é permitir a visualização de dados, reunindo diferentes métricas e indicadores importantes para a tomada de decisões e o direcionamento de estratégias das empresas, assim como o acompanhamento de resultados. E isso é fundamental para os setores de marketing e vendas, que dependem de dados concretos para entender o mercado e otimizar campanhas.

-

Esperamos que este post tenha ajudado você com as principais ferramentas do Google para potencializar a estratégia digital dos seus clientes. Para mais artigos sobre o assunto e mais estratégias para se destacar nas vendas, continue acompanhando o blog da Betminds!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para sua empresa e melhorar suas vendas, fale com a gente!

Acompanhe a Betminds nas redes sociais: curta a página no Facebook, siga no Instagram.

Últimos conteúdos

ver mais conteúdos

Quais métricas são mais importantes para acompanhar no e-commerce?

O e-commerce vive um boom, impulsionado pela pandemia, saiba como usar as métricas para garantir a eficiência.

14/1/2022

Estratégias de retenção para seu e-commerce

Diante das previsões otimistas para o comércio eletrônico no Brasil, pensar em estratégias de retenção para o seu e-commerce tornou-se prioridade.

7/1/2022

Como criar assuntos de e-mail que geram mais aberturas?

Você tem uma taxa de abertura de e-mails ruim mesmo enviando e-mails regulares? O problema podem ser os assuntos de e-mail que você cria.

10/12/2021