10 métricas importantes para produtos digitais

O objetivo de todo negócio é vender. No entanto, engana-se quem pensa que essa é a única preocupação do empreendedor. Para crescer de maneira sustentável, é preciso avaliar constantemente o desempenho da empresa em busca de novas oportunidades para crescer e de possíveis gargalos que possam estar prejudicando a operação.

Nesse sentido, a melhor maneira para monitorar as vendas e como o negócio está se saindo no mercado é por meio de métricas, que são indicadores que ajudam a demonstrar a saúde financeira de um negócio. São essas métricas que vão indicar se a empresa está tendo sucesso, se o investimento valeu a pena, quanto está custando para atrair novos clientes, entre outras variáveis fundamentais para garantir que a empreitada dê lucro.

Neste post, separamos as 10 métricas mais importantes para quem trabalha com produtos digitais. Acompanhe e boas vendas!

1. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

CAC é uma métrica que indica quanto custou para a empresa adquirir cada novo cliente. Esse indicador é fundamental para monitorar, por exemplo, o sucesso de campanhas feitas nos canais de tráfego não orgânico (pagos).

O cálculo é simples:

CAC = (Custo de Marketing + Custo de Vendas) / Número de Clientes Novos

2. Retorno Sobre Investimento (ROI ou Return of Investment)

ROI é um dos indicadores mais importantes para qualquer negócio. Por meio dele, a empresa pode calcular o quanto está ganhando (ou perdendo) com os investimentos que realizou.

A métrica é expressa em porcentagem e sua fórmula é a seguinte:

ROI = (Receita – Investimento / Investimento) x 100

3. Ticket Médio

Métrica que indica o valor médio gasto pelos clientes com a aquisição dos seus produtos ou serviços em um determinado período. O ticket médio é importante para que se possa compreender e projetar o crescimento do negócio, sendo um bom indicador sobre a performance das vendas.

Seu cálculo é:

Ticket Médio = Receita do Período / Número de Vendas no Período

Leia mais: Diferença entre cursos em EAD e Infoproduto

4. Taxa de Conversão

Esta é uma das métricas mais importantes quando falamos de produtos digitais, uma vez que mede a quantidade de leads que efetivamente realizaram uma compra. Dessa forma, quanto maior o índice, maior é a capacidade de monetização do produto.

A taxa de conversão também se dá em percentual e sua fórmula é:

Taxa de Conversão = (Número de Conversões / Leads) x 100

5. Taxa de Abandono (Churn Rate)

Trata-se da métrica que mede o número de usuários que deixaram de ser assinantes ou clientes em um determinado período, bem como as perdas financeiras que representam.

Seu cálculo é feito da seguinte forma:

Taxa de Abandono = (Número de Clientes Perdidos / Número de Clientes Ativos) x 100

6. Taxa de Rejeição (Bounce Rate)

Indica a proporção de visitantes que visitaram a página do produto apenas uma vez, mas que, por algum motivo, não realizaram nenhuma interação. Dessa forma, quanto maior for o número de acessos únicos, pior está sendo o engajamento dos usuários com o site ou com o produto, o que exige medidas para melhorar a experiência do usuário.

Calculá-la é simples:

Taxa de Rejeição = Número de Visitantes que Abandonaram o Site / Total de Visitas

Leia mais: 7 dicas para atrair mais alunos para o seu curso online

7. Custo Por Lead (CPL)

CPL é uma métrica que nos indica o valor que a empresa gasta para atrair um potencial cliente (lead). Assim como o CAC, o ideal é que esse indicador seja baixo, o que significa que as estratégias estão dando certo e engajando os visitantes.

CPL = Investimento em Marketing / Número de Leads Gerados

8. Lifetime Value (LTV)

LTV (do português, Valor do Tempo de Vida) é uma métrica que demonstra qual é o valor de um cliente para a empresa durante todo o relacionamento entre ambos. Para ficar mais claro, pense: quanto um cliente gasta com produtos e serviços da empresa durante o período em que ele se relaciona ativamente com ela?

Para calcular o lifetime value, a conta é seguinte:

LTV = Tempo Como Cliente x Valor Gasto

9. Returning Customers

Returning Customers, ou clientes cadastrados, é um indicador que aponta os clientes que compraram um produto ou serviço e retornaram para efetuar uma nova compra. Essa é uma métrica bastante importante, uma vez que, quanto mais vendas forem feitas para o mesmo cliente, maior será seu lucro. Lembre-se do CAC e o investimento feito para atraí-lo: conquistar um novo cliente custa cerca de 5 vezes mais do que manter um atual.

10. Receita Recorrente Mensal (MRR ou Monthly Recurring Revenue)

MRR é uma métrica utilizada para medir a receita com base nas assinaturas recorrentes, ou seja, os valores que entram mês a mês. Por conta disso, esse indicador também é importante para prever os ganhos futuros da empresa.

O cálculo da MRR é simples:

MRR = Contratos Ativos x Valor do Contrato

Leia mais: 10 plataformas EAD para hospedar e vender cursos online

Esperamos que este post tenha ajudado você a entender como sua marca pode fazer o seu próprio podcast e explorar esse formato. Para mais conteúdos sobre o assunto e mais estratégias para se destacar com marketing digital, continue acompanhando o blog da Betminds!

E se você precisa de ajuda para desenvolver estratégias para sua empresa e melhorar suas vendas, fale com a gente!

SAIBA MAIS

👉Como transformar a audiência do seu Canal do Youtube em clientes recorrentes
👉 Principais metricas para mensurar os resultados em Inbound Marketing

👉 Como o Plataforma do Professor Noslen  aumentou em 1100% sua conversão em vendas escalando o marketing digital 

Compartilhar:
Tk Santos

Tk Santos

Sócia e CMO na Agência Betminds, formada em Publicidade e Propaganda, MBA em Transformações Digitais com mais de 6 anos de experiência em Marketing e Produção de Conteúdo Digital.

Deixe uma resposta